ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Vitória da Conquista registra aumento no número de picadas de escorpiões

Maxxnet lança promoção para o Dia dos Pais

WhatsApp já permite sair de grupo sem alarde e escolher quem pode ver você online

Parque Tecnológico da Bahia irá receber mais de R$ 9 milhões de investimento

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Brumado: Adolescente de 14 anos é encontrada na casa de uma amiga

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Brumado: Família pede ajuda para localizar adolescente de 14 anos

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Brumado: Polícia apreende homem após colocar fogo em residência no bairro Olhos D'água

Seleção de advogados de Brumado vence Serrinha e avança para semifinal da Copa CAAB

Empresa Gel Sol de Brumado recebe prêmio nacional da Intelbras

Brumado: Município investiga primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

MP da Bahia lança novo número para atendimento ao cidadão

Inflação muda comportamento dos brasileiros, diz pesquisa

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

TSE divulga patrimônio de sete presidenciáveis; o maior valor ultrapassa 24 milhões

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vem aí o 13º Agosto Gospel


Natural de Muritiba, funcionária de banco é assassinada pelo marido com golpes de marreta

Carmelita Rosa Topázio Barbosa era funcionária do Bradesco e foi morta a marretadas dadas pelo seu próprio marido (Foto: Reprodução)

Neste último domingo, 29, Carmelita Rosa Topázio Barbosa, 57 anos, morta com golpes de marreta pelo próprio marido , foi a 36ª mulher vítima de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em Salvador e Região Metropolitana este ano. Os dados são do boletim de ocorrências da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Ela era natural da cidade de Muritiba, no Recôncavo Baiano, e era funcionária do banco Bradesco. Ela também havia trabalhado no extinto Banco do Estado da Bahia (Baneb). A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Bancários da Bahia. 

De acordo com Adelmo Andrade, diretor de imprensa do Sindicato, a morte de Carmelita foi lamentada entre colegas de trabalho. Uma das colegas de Carmelita, inclusive, chegou a ir até o Instituto Médico Legal (IML) neste domingo ao saber da morte da amiga, mas não coseguiu reconhecer o corpo. Segundo informações o crime aconteceu no Caminho das Árvores, bairro de classe média de Salvador. E de acordo com a SSP-BA, policiais da 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Iguatemi) receberam um chamado através do telefone 190 e, ao chegarem ao local, um apartamento na Rua do Benjoim, prenderam em flagrante José Sampaio Barbosa, 63 anos. A marreta usada no crime foi apreendida. O filho do casal, de 30 anos, também ficou ferido. Ele deverá ser indiciado pelo crime de feminicídio. José Barbosa, que é natural de Cabaceiras do Paraguaçu, também no Recôncavo, foi funcionário da Petrobras. Nas redes sociais, ele mantém uma foto da família. De acordo com porteiros de prédios vizinhos ao local onde ocorreu o crime, o casal costumava passear junto pelo bairro. Após ser preso em flagrante pelo crime de feminicídio, José Barbosa foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Em casos de prisão em flagrante, o preso passa por uma audiência de custódia em até 24 horas, onde um juiz determina se ele permanecerá preso ou não. Não há informações sobre o resultado da audiência de José Barbosa até o momento.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário