ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CDL de Brumado comemora retomada da economia em feriado do 'Dia dos Pais'

Anvisa autoriza segunda dose da vacina da Oxford contra a Covid-19 em voluntários

SAC de Brumado passa por desinfecção contra o coronavírus

Nº de mortes causadas pela Covid-19 em Vitória da Conquista mais que triplica em intervalo de um mês

Covid-19: Vacinação em massa pode apresentar dificuldades por falta de seringas no Brasil

Brumado: Com apoio da RHI Magnesita, família ganha nova casa e sede da Associação de Lagoa dos Algodões é reformada

Bahia registra 1.628 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Bahia: No primeiro semestre de 2020, 6,77% das crianças nascidas foram registradas sem o nome do pai

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Brumado ultrapassa 3 mil notificações da Covid-19, o novo coronavírus

'Babas' de fim de semana continuam ativos na zona urbana e rural de Brumado

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Entregador vítima de racismo em SP ganha moto nova e mais de R$ 125 mil em vaquinha

Pandemia do coronavírus vai custar R$ 700 bilhões no Brasil

PRF apreende 12 mil pares de tênis falsificados em Conquista

Comunicado Pax Nacional

Brumado registra 3 novos casos de coronavírus; total chega a 566

LAB: Feliz dia dos Pais

Município de Brumado ultrapassa 500 pacientes curados do coronavírus

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


TSE começa a cadastrar empresas para realizar vaquinhas virtuais

Foto: Reprodução

O período de arrecadação via crowdfunding começa em 15 de maio. A partir desta data os pré-candidatos vão poder usar os sites de financiamento coletivo para levantar recursos para as campanhas. Caso desistam de disputar, terão que devolver o dinheiro aos doadores. A alternativa da “vaquinha” é legítima e bem intencionada, mas será adotada neste ano como um novo experimento. A partir de 2020, o autofinanciamento também terá limite de até 10 salários mínimos e o princípio de fixar um valor igual para todo mundo funcionará melhor. Aí sim, a ‘vaquinha’ será um recurso interessante para o financiamento de campanha, dando mais condições também aos partidos menores. Isso porque, o ponto mais importante das mudanças é a dispersão do financiamento privado, problema que, por enquanto, não está resolvido. Na prática, poucos milionários continuarão detentores do maior volume de financiamento, o que não resolve a corrupção que a lei tentou contornar. As vaquinhas ficarão mais interessantes quando a norma determinar também uma pulverização da fonte e obrigar os candidatos a aumentarem o número de doadores, com valores reduzidos.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário