ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Quase 400 indicações foram feitas no primeiro semestre deste ano na Câmara de Vereadores

Brumado: Ônibus bate em poste e deixa moradores sem energia elétrica na Av. João Paulo

Morro do Chapéu: Praça com disco voador de 40 toneladas é inaugurada nesta sexta-feira

Presidente sanciona lei que amplia pena para violência contra crianças

Atirador mata 14 estudantes e um professor em escola primária no Texas

Conquista: Justiça cassa mandato de vereador por denúncia de fraude em eleição

UniFG comemora 20 anos com expansão e objetivo de transformar mais vidas pela educação

Câmara de Brumado aprova projetos de lei, requerimentos e indicações

Detran da Bahia implementa cartões de exames eletrônicos durante avaliações para CNH

Brumado: IMEP realizará Cruzada de Cura, Libertação e Milagres no Bairro São Felix

Brumado registra aumento de casos de chikungunya na zona rural

Dr. Felipe Leão, médico da Clínica Mais Vida, alerta sobre a importância da realização do check-up

Após dez meses de trabalho missionário, Jocum pretende construir sede própria em Brumado

412 mil baianos ainda não declararam imposto de renda; prazo acaba em uma semana

PM apreende homem por importunação sexual contra jovem em Aracatu

Presidente da Petrobras é demitido; Caio Mário Paes assume cargo

Varíola dos macacos já está presente em 12 países e já existe quarentena obrigatória para infectados

Vídeo mostra briga generalizada no Show de Gusttavo Lima em Brasília

O outro lado da história: Pai afirma que o parto da filha aconteceu em sua residência

Mãe mata filho de 5 anos em Vitória da Conquista; arma usada no crime pertence ao pai


Procurador do caso Ba-Vi recebe ameaças de torcedores

Procurador denunciou 14 pessoas, entre eles jogadores de Bahia e Vitória (Arisson Marinho / CORREIO)

Desde que foi sorteado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJD-BA) para dar conta das denúncias relacionadas ao Ba-Vi do último domingo (18), o procurador Hermes Hilarião tem sofrido repetidas e duras ameaças em seu número particular de celular. Ele enviou o print de algumas das ameaças que vem recebendo por meio do aplicativo WhatsApp. São dezenas de mensagens.  Fora os palavrões e ofensas, chama a atenção as ameaças a Hermes e sua família. “Nós vai (sic) te buscar em casa, vai ser mais de dez cara na sua casa, vai matar você e sua família”, escreveu um deles. “Nem venha rebaixar meu Vitória que você não vai dormir de noite”, disse outro. O procurador contou ainda que tem recebido ligações, até mesmo na madrugada. Ao atender algumas, relata que ouviu ameaças de pessoas que diziam saber onde ele trabalhava e sua família morava. Advogado, Hilarião teve seu contato – que é seu número pessoal e profissional – divulgado em grupos de WhatsApp. 

Chegou inclusive a ser adicionado a alguns destes grupos, nos quais também sofreu ameaças. “Felizmente, tenho os números registrados e tenho como provar tudo. Já recebi ligações de torcedores do Vitória me ameaçando para que de algum modo recuasse na denúncia. Mas, como procurador, tenho que fazer o meu trabalho de maneira correta e cumprir meu papel. Não vou deixar me abalar por conta disso”, disse Hilarião. O procurador entregou as denúncias ao TJD-BA na última quinta-feira (22). Entre elas, pede a exclusão e rebaixamento do Vitória do Campeonato Baiano por ter forçado o encerramento do Ba-Vi, prejudicando, segundo ele, outras equipes envolvidas no torneio. Hilarião também denunciou o técnico Vagner Mancini por ter forçado o encerramento do jogo, assim como o supervisor de futebol Mário Silva e três jogadores do rubro-negro pelo mesmo motivo. Quatro atletas do Leão e dois do Bahia foram denunciados por agressão, entre outras denúncias. O julgamento de todas as denúncias está marcado para a terça-feira (27).



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário