ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Morre aos 94 anos, a mãe do presidente Jair Bolsonaro

Suspeito de tráfico de drogas é preso em Guanambi

Na Bahia, 283 servidores que não comprovaram vacinação serão afastados por 90 dias

Criança que teve parada cardíaca horas após se vacinar tem doença rara, diz investigação

Brumado: Ambulância atropela e mata cavalo na BA-262

36 agências bancárias da Bahia fecham temporariamente após surto de Covid-19

Ataque hacker ultrapassa 24 horas e sites do governo ainda estão fora do ar

Dr. Igor Malaquias foi o entrevistado do Tema Livre Podcast desta semana

Bahia: Governador anuncia redução de 3 mil para 1,5 mil pessoas em eventos

Brumado: Presidente da Câmara testa positivo para Covid pela 3ª vez

Policiais civis aprovam estado de greve na Bahia

Site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia é hackeado

Prefeitura de Brumado vai iniciar reformas em casas atingidas pelas chuvas

Brasil registra 6 vezes mais casos diários de covid-19 que em dezembro

Brumado registra 36 novos casos de coronavírus em 24h

Homem é preso suspeito de tráfico de drogas em Rio do Pires

Turismo nacional fechou novembro com faturamento de R$ 14,7 bilhões

Casal com criança de colo é flagrado com 14 kg de maconha e cocaína na Bahia

Matrícula na rede estadual de ensino começa na próxima segunda

Faustão é diagnosticado com Covid-19 e programa é suspenso na Band


Com recursos próprios, fiéis católicos realizam recuperação estrutural da Praça Capitão Francisco de Souza Meira

As obras proporcionarão a tranquilidade para a mobilidade urbana do local, já que idosos vêm se acidentando (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Conhecida pela sua forte representatividade religiosa, a Praça Capitão Francisco de Souza Meira, que abriga a Igreja Matriz, é considerada o principal cartão postal da cidade de Brumado. Idealizada em 1873, a praça já foi cenário de grandes momentos da história do município, só que, devido ao desgaste do tempo, tem que passar por constante manutenção, o que não vem acontecendo ultimamente por parte do poder público municipal, que vem falhando nesse sentido. Em novembro de 2017, o 97NEWS fez uma matéria registrando a precariedade do logradouro, mas até o início deste ano, nada tinha sido feito. Cansados de esperar, os fiéis católicos, por meio da direção pastoral, utilizando fundos de doações, iniciaram um processo de recuperação da estrutura da praça. Um dos motivos que despertou essa ação foi que muitos idosos vinham se acidentando nos buracos que só vinham aumentado. Vale salientar que o chão da praça é feito de pedras tradicionais portuguesas, que hoje estão cada vez mais difíceis de encontrar. Então diante disso, foi feita uma adaptação por parte do responsável pelo trabalho de recuperação, que aplicou rejuntes com as cores preta e branco, para não alterar a composição, que tem numa grande cruz, principal símbolo do Cristianismo, o seu ponto alto. As obras deverão ser finalizadas até amanhã (12), o que devolverá a tranquilidade da mobilidade urbana no local.  

A situação estava realmente cada vez pior, daí a necessidade urgente da recuperação (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário