ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Governo federal anuncia que vai comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa

Brumado: Em mais uma operação, Embasa descobre e retira 'gatos' de água na região dos 'Sem Terra'

Decreto presidencial libera uso das Forças Armadas para a segurança das eleições 2020

Brumado: Colisão entre carro e ônibus deixa duas vítimas com ferimentos na BA-262

Brumadense é uma das vítimas na explosão de caminhão da EPCL em Cocos

Brumado: Apdemb inaugura sede própria e dá posse à nova diretoria

Ampliando quadro de especialistas Clínica Mais Vida firma parceria com Dr. Clênito Monteiro

Brumado registra 16 novos casos de coronavírus nas últimas 24h

Caminhão da empresa EPCL explode e mata pelo menos três pessoas no Oeste da Bahia

Covid-19: Profissionais de saúde de Brumado recebem cartas de apoio durante o combate a pandemia

Brumado: Cresce a procura por plantas para ter natureza dentro de casa durante isolamento social

Iguaí: Homens invadem casa e matam menino de 7 anos

Sem Réveillon e Carnaval, Ecad estima queda de R$ 35,8 mi em arrecadação

Prefeitura vai desapropriar 5 imóveis para ampliação de escolas em Brumado

Brumado: Venha conhecer a loja Império 10

Registros de armas de fogo aumentam 120% em 2020 no Brasil

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Estudo comprova presença do coronavírus no cérebro de pacientes

Mulher é presa com 45 mil comprimidos usados no golpe 'Boa Noite Cinderela'

Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo


Temer assina repasse emergencial de R$ 2 bilhões aos municípios

O presidente Michel Temer assinou nesta sexta-feira (29) a Medida Provisória que libera R$ 2 bilhões da União para atender às prefeituras que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM); Segundo o governo, a decisão atende ao pedido dos prefeitos, que ressaltaram "dificuldades financeiras emergenciais" para áreas de saúde e educação. A MP ainda precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional para ser validada como lei. No entanto, por se tratar de uma MP, ela entra em vigor assim que for publicada. O decreto garante que o valor repassado a cada cidade será calculado conforme as regras do FPM, que considera o número de habitantes para a distribuição dos recursos e é entregue após aprovação do orçamento para tal finalidade. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que ainda não foi definida a origem dos recursos. "Os municípios queriam o recurso em 2017. O governo tinha até o objetivo de assim proceder. Todavia, não foi estabelecida no Orçamento a condição para que esse apoio se tornasse realidade”, afirmou. Ele negou que a transferência esteja associada a algum tipo de apoio dos prefeitos às propostas defendidas pelo governo, como a reforma da Previdência.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário