ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

MP cobra solução de captação irregular de água no Distrito de Cristalândia, em Brumado

Atleta brumadense representará o Brasil durante Campeonato Sul-Americano de Fisiculturismo em São Paulo

Brumado: Polícia encontra pé de maconha em casa no bairro Malhada Branca

Governo da Bahia proíbe shows e festas com qualquer número de participantes

Brumado: Mulher fura companheiro com chave de fenda no braço

CICOM de Brumado tem novo coordenador; Capitão Felipe Barcellos

Dezembro tem a cor laranja: Clínica Mais Vida entra na campanha de prevenção do câncer de pele

Empesa pinta faixa de sinalização em cima de buraco em rodovia que liga a BA-148 ao distrito de Itaquaraí

Justiça de Brumado dá ganho de causa a servidor público que foi transferido após eleições

Brumado registra 79 novos casos do Coronavírus em 24h

Segunda onda na Bahia pode trazer cenário mais grave do que no pico da pandemia, diz Sesab

'Comando Vermelho não entrou na Bahia', garante secretario de Segurança Pública

Gás de cozinha fica 5% mais caro a partir desta quinta-feira (3)

Brumado: 20ª Coorpin receberá nova viatura do Governo do Estado

Após alta durante pandemia, preço de material de construção volta a cair em Brumado

Músico acusa Safadão de não pagar direitos de música e quer R$ 4,5 mi de indenização

Vitória da Conquista registra média de 30 casos por mês de golpes de venda de veículos

Pfizer pressiona Brasil sobre acordo para a vacina do coronavírus

Covid-19: Três cidades baianos não usavam nem telefone para atender usuários, aponta IBGE

Brumado registra mais de 3 mil casos confirmados de coronavírus


Remédio que previne contaminação pelo vírus HIV será oferecido pelo SUS este mês

Foto: Reprodução

Um medicamento que impede a propagação do vírus HIV na corrente sanguínea, já indicado como terapia antiretroviral nos Estados Unidos e em países da Europa, estará disponível ainda este mês para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) 12 estados. O comprimido, fabricado por um grupo norte americano, já era indicado para o tratamento de soropositivos como parte do coquetel de aids. A novidade é que o fármaco poderá ser utilizado agora por quem nunca entrou em contato com o vírus, mas pode estar exposto a ele durante a relação sexual. É o caso, por exemplo, de profissionais do sexo. Mas é bom lembrar que não protege o usuário contra outras infecções transmitidas sexualmente. Segundo o médico Juan Carlos Raxach, coordenador da área de Promoção da Saúde e Prevenção da Associação Brasiliera Interdiscilpinar de Aids, embora o Truvada, nome comercial do medicamento, tenha demonstrado 99% de eficácia nos testes clínicos, para impedir a replicação do vírus HIV, não veio para substituir a camisinha. “Está se falando muito que a profilaxia pré-exposição vem para acabar com o uso da camisinha. Chegou para ampliar as possibilidades de se prevenir da infecção do HIV. Então, ele não vai susbstituir a camisinha mas, com certeza, ampliará a possibilidade de prevenção e dará oportunidade àquelas pessoas que não gostam de usar a camisinha, de ter outro método para não se infectar com o vírus.” A distribuição do remédio pelo SUS vai priorizar 7 mil pessoas com mais de 18 anos, consideradas grupos de risco de contaminação, incluindo profissionais de saúde, homens que se relacionam com homens, transexuais e casais sorodiscordantes – quando um dos parceiros é portador do HIV e o outro não. Antes do início da terapia, no entanto, é necessário fazer exames, uma vez que o remédio é contraindicado para pessoas com doenças renais e desgaste nos ossos. Ente as primeiras capitais a receber o medicamento estão Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Manaus e São Paulo. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário