ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Clínica Mais Vida informa que estará de recesso entre 22 e 25 de junho

Homens são 98% dos presos por aborto no Brasil, diz Justiça

'Rei da Seresta' é preso após show no interior da Bahia

Brumado: Paulo Henrique é encontrado morto às margens de linha férrea no bairro Dr. Juracy

Justiça mantém multa de R$ 8,6 mi a Oi por propaganda enganosa em emissora de TV

Prefeita do município de Maetinga é alvo de duas CPIs

Vídeo em que advogada aparece chorando junto aos filhos por ter passado no concurso viraliza

Salário médio dos baianos era sexto menor do Brasil em 2022, aponta IBGE

Mulher é presa ao tentar vender filhos na Bahia; uma das crianças tinha 32 dias

OMS alerta sobre lote falsificado de Ozempic encontrado no Brasil

Inverno na Bahia: Cidades baianas devem ter frio de 10ºC

Super ofertas do mês de junho da Central das Carnes; confiram


Expedição Amarok 2017: Prado, a costa das baleias será o destino dos aventureiros

Foto: Divulgação

Em outubro acontece mais uma Expedição Amarok, e os aventureiros vão conhecer as belas praias do extremo sul do estado. O destino será a cidade de Prado, isolada do restante do Estado até a primeira metade do século 20, a região só passou a se integrar à economia estadual e nacional nos anos 1970, a partir da construção da BR-101. Também por isso ainda mantém preservada parte significativa da costa, em trechos de rios, cachoeiras, mangues e praias. Pelas sedes urbanas encontram-se indícios da ocupação colonial portuguesa, uma culinária rica em peixes e frutos do mar e boa estrutura de hospedagem. O turismo de observação de baleias dá nome ao roteiro. A atividade é praticada na região do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, área de maior biodiversidade do Atlântico Sul, 70 quilômetros mar adentro. A Expedição Amarok, passará por algus lugares como, Cumuruxatiba ­- O estilo de vida dessa aconchegante aldeia de pescadores possui belas praias recortadas por pequenos rios de águas limpas, ferruginosas e frias, contrastando com o mar de águas mornas e áreas remanescentes da mata atlântica, molduras por coqueiros. 

Foto: João Ramos/Bahiatursa

Outro destino será Barra do Cahy, um dos mais prováveis local onde se deu o primeiro contato de "Nicolau Coelho", integrante da esquadra de "Pedro Álvares Cabral", com os índios. E claro que não podemos deixar de falar das prais de Prado, que está estrategicamente situada na região denominada como "Costa das Baleias", devido à ocorrência de Baleias Jubarte, e na Costa do Descobrimento, por ter sido a Barra do Cahy, em terras Pradenses, o primeiro ancoradouro da esquadra Portuguesa em 1.500. Em Prado, nas esquinas da cidade é que o turista descobre o que a Baiana tem: Com seus vestidos rendados, turbantes e colares coloridos, servem desde "apimentados" acarajés a deliciosas cocadas. Com seus 84 km de praias ainda pouco exploradas, podemos apreciar lindas formações de falésias, num degradê de cores que variam entre o ocre, o bege e o vermelho; riachos que serpenteiam por quase todo o litoral e praias de águas mansas, mornas e convidativas. Não podemos esquecer dos "Pataxós", que por sinal, ainda hoje vivem nas aldeias de Tiba, Cahy e Pequi. As visitas são permitidas e o passeio possibilita conhecer de perto a cultura e os costumes dos indíginas. Por tanto, não deixe de participar da "Expedição Costa das Baleias", em Prado, extremo sul da Bahia, de 12 a 15 de outubro. Realização Clube Amarok Bahia. Informações e inscrições, Alessandro Silva, (77) 9.9968-0777, ou pelo e-mail, [email protected].

 

Foto: João Ramos/Bahiatursa


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário