ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Homem morre em confronto com policiais na Chapada Diamantina

TRE da Bahia volta exigir obrigatoriedade de uso de máscaras em suas dependências

Postos SAC na capital e interior fecham na sexta-feira (24) e sábado (25)

Bahia: Carreta pega fogo populares saqueiam carga na BR-116

Com 40 casos hospitalares em 22 dias, Sesab alerta para risco de queimaduras nos festejos juninos

Atendimento do INSS ficará suspenso durante o feriado de São João na Bahia


ONG protetora de animais acusa prefeitura de confinar cães em local inadequado em Livramento de Nossa Senhora

Foto: 88 FM

Durante esta semana a Vigilância Sanitária de Livramento de Nossa Senhora, começou a recolher cachorros que vivem nas ruas da cidade, e os levarem para um galpão provisório que fica a cerca de 14 quilômetros da sede. Segundo a Vigilância, os animais estão bem tratados, sendo disponibilizados água e ração. Está previsto, ainda,  além do recolhimento, a castração dos animais. Os caninos são recolhidos na famosa "Carrocinha". Mas após o anúncio de que a prefeitura municipal, estaria recolhendo os cães das ruas, a representante da Associação Protetora de Animais (APA), a Janaina Fernandes, foi até o local onde os animais estão sendo confinados para averiguar a real situação. 

Foto: Reprodução 88FM

As imagens mostram cachorros retirados das ruas da cidade por prepostos da prefeitura e, depois, confinados em uma espécie de galpão com uma cerca ao redor da construção. A denúncia chegou ao 97NEWS por meio de informações enviadas pela reportagem da Rádio 88FM, onde Janaina, mostra o local e as condições inadequadas de confinamento dos animais. As fotos e vídeo revelam um cenário de terror: local insalubre, animais mantidos presos sem qualquer assistência veterinária. Só após a chegada da reportagem, que uma médica veterinária foi até o local. Segundo a presidente da ONG, o caso vai ser encaminhado ao Promotor de Justiça da cidade para que urgentemente, o Ministério Público possa agir nesse caso. “A medida de recolhimento é plausível, mas a forma de manter estes animais aqui é inaceitável”. O que chama atenção é que o Município não dispõe de qualquer programa de assistência aos animais, principalmente os abandonados. 

Foto: Reprodução


Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário