ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Vídeo mostra briga generalizada no Show de Gusttavo Lima em Brasília

O outro lado da história: Pai afirma que o parto da filha aconteceu em sua residência

Mãe mata filho de 5 anos em Vitória da Conquista; arma usada no crime pertence ao pai

Após suspender visita à Brumado nesta segunda-feira (23), Rui Costa anuncia para quarta-feira (25) assinatura de obras no município

Brumado: Projovem abre inscrições em Brumado; saiba mais

Brumado: Em coletiva, ACM Neto criticou atualização das alíquotas como fator para elevação do combustível na Bahia

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Brumado: Município tem aumento de 100% em número de crianças com síndromes respiratórias

A Pax Nacional tem credibilidade e compromisso comprovado, não aceite imitações

Trabalhadores do comércio de Brumado e Região tem direito no Benefício Social e já podem aproveitar

Sem saber que estava grávida, jovem entra em trabalho de parto e é auxiliada por policiais em Brumado

Rui Costa suspende viagem à Brumado nesta segunda-feira (23) que autorizaria obras no município

Governo federal vai cortar R$ 8,2 bi em verbas de ministérios

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Peritos médicos do INSS encerram greve e voltam a atender na próxima segunda (23)

Bahia: IBGE divulga resultado da seleção do Censo 2022

Em visita à Brumado, ACM Neto critica segurança pública da Bahia

Governo do Estado vai autorizar obras de abastecimento de água, estrada e esportes em Brumado


São João: Coelba alerta para alguns cuidados antes e durante as festas juninas

Foto: Divulgação

O mês de junho é sinônimo da mais tradicional festa nordestina: o São João. Na Bahia, os festejos juninos se espalham pelo interior e também pela capital. Pequenos detalhes e cuidados simples são fundamentais para garantir a segurança e a animação das celebrações. A começar pela decoração: Enfeites de ruas e praças com as típicas bandeirolas, faixas e outros adereços devem ser produzidos com materiais não condutores de eletricidade e não podem ser afixados próximos da fiação elétrica. Jamais devem ser amarrados aos postes ou mesmo aos fios condutores de eletricidade. As tradicionais barracas que vendem fogos de artifício, comuns em vários municípios nesta época do ano devem ser previamente vistoriada e autorizadas pelo Corpo de Bombeiros e pela administração municipal. Por se tratar da comercialização de produtos altamente explosivos, os cuidados com as instalações elétricas devem ser redobrados para evitar curtos-circuitos  ou sobrecargas  e, consequentemente,  detonações. No caso de arraiás, palcos e barracas de comidas típicas, a ligação provisória deve ser solicitada com antecedência à Coelba. Devem ser declarados os equipamentos elétricos que vão ser utilizados como aparelhagem de som, quantidade de lâmpadas e/ou refletores, refrigeradores e freezers, eletrodomésticos como liquidificadores, chapas, etc. A montagem das barracas, camarotes, arquibancadas, palanques deve contar com o devido aterramento elétrico. Importante que o serviço seja executado apenas por profissionais qualificados e que durante a montagem e a desmontagem, os operários fiquem atentos a distância da rede elétrica ao manusear ferramentas e peças metálicas. Se para receber amigos e familiares  for necessário aumentar a carga de energia da residência por conta de novos equipamentos como freezer, ar-condicionado, chuveiros, é importante contatar antes à Coelba para que seja verificado se o dimensionado da rede está adequado para receber a carga extra.

 

Cuidados durante o São João

 

A primeira recomendação da Coelba é sempre manter distância da rede elétrica e não soltar fogos de artifício na direção de postes e cabos de energia. Os artefatos devem ser manuseados em locais distantes das redes elétricas, afastados de bandeirolas e outros materiais inflamáveis. Da mesma forma, as fogueiras não devem ser acesas perto de postes ou embaixo de fios elétricos, uma vez que o calor das chamas pode superaquecer a rede, provocando rompimento da fiação. Outro alerta é quanto aos balões. A Coelba lembra que soltar balões é crime e uma brincadeira de altíssimo risco, especialmente se o balão entrar em contato com um fio energizado ou cair dentro de alguma subestação. Nesse último caso, há riscos de explosões. Ligação clandestina (gato de energia) além de sobrecarregar o sistema, representa risco de curto-circuito e acidentes graves, e é crime previsto no Código Penal Brasileiro.


Confira as principais dicas de segurança com relação à rede elétrica durante as festas juninas:

 

- Não solte balões. Eles podem causar grandes acidentes, principalmente se caírem dentro de subestações ou sobre redes elétricas;
- Não solte fogos perto da rede elétrica ou de árvores. Eles podem causar rompimento de cabos e acidentes;
- Não monte a fogueira embaixo da rede elétrica. O fogo ou excesso de calor pode danificar cabos e estruturas, causando curtos-circuitos e interrupção de energia;
-  Na hora de fazer a instalação elétrica de arraial, palco ou barraca, procure um profissional qualificado para fazer o serviço. Fique atento às recomendações da Coelba disponíveis, gratuitamente, nas agências de atendimento ou no site www.coelba.com.br;
- Não faça ligação clandestina de energia. As pessoas que fazem ligações clandestinas correm riscos de sofrer choque e ainda prejudicam a qualidade da energia de seus vizinhos por causa da interferência na rede;
- Em caso de necessidade de aumento da carga - a exemplo de realização de festas e aquisição de novos eletrodomésticos – providenciar a readequação das instalações elétricas internas e informar previamente à Coelba;
- Não coloque enfeites perto da rede elétrica;
- Não utilize materiais condutores de eletricidade, como fitas metalizadas, papel alumínio ou laminado e arames para prender bandeirolas e enfeites. Utilize sempre barbante comum ou fitilho plástico;
- Não se aproxime ou toque na rede elétrica;
- Em caso de acidente envolvendo a rede elétrica, informe à Coelba imediatamente;
- Em caso de fio caído, fique longe e ligue 0800 071 0800.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário