ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Proibição de transporte intermunicipal pelo Estado não se aplica ao deslocamento rural em Brumado

Revoltante: Avô é preso suspeito de abusar sexualmente da ena de 1 ano

Brumado: Dor e comoção marcam enterro da pequena Larissa Emanuelle de 9 anos morta em incêndio na zona rural

Fábrica da Azaleia vai demitir 600 funcionários em razão do novo Coronavírus em Itapetinga

Sob pressão da crise do coronavírus, bancos cortam juros do cartão de crédito

RHI Magnesita: Usar máscara é questão de responsabilidade

Bahia registra 15 mil casos confirmados de coronavírus

Bolsonaro sanciona projeto de socorro financeiro a estados e municípios

Brumado: Prefeitura realizará força-tarefa no comércio local visando o cumprimento dos decretos contra o Coronavírus

Caetité: Servidores contratados da Prefeitura denunciam salários atrasados

Brumado: Sobe para 17 o número de casos confirmados de Coronavírus

Caculé: Três bandidos morrem em confronto com a PM após tentativa de roubo a banco

Brumado: Criança de 9 anos morre carbonizada em incêndio na zona rural

CNJ solicita informações sobre altos salários de servidores e magistrados ao TJ-BA

Ipiaú: Município registra mais 7 casos de coronavírus e o 6º óbito

Sortudo: Apostador fatura mais de R$ 10 milhões na Lotomania em Ipiaú

Brumado: Câmera de monitoramento flagra adolescente furtando estabelecimento no bairro Ginásio Industrial

Vitória da Conquista registra 3 mil casos suspeitos de dengue

Brumado: Secretaria de Saúde cria site para orientar população sobre o coronavírus

Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus


Conquista: Mulher que ateou fogo em casa com criança dentro é indiciada por incêndio criminoso

Mulher não foi indiciada por homicídio porque não foi provado que ela sabia da presença da criança na casa, informou o delegado Dr. Marcus Vinícius. (Fotos: Resenha Geral)

O corpo do menino João Lucas, morto em um incêndio criminoso no povoado de Batuque, em Vitória da Conquista, está sendo velado na casa da família. A morte do garoto de 8 anos está sendo investigada pela Polícia Civil, que indiciou a acusada por incêndio criminoso. O delegado-chefe da Polícia Civil de Conquista, Dr. Marcus Vinicius, revelou que Jeliane Santos Oliveira (foto) “não foi indiciada como homicídio porque ainda não há comprovação que ela sabia que a criança estava dentro da residência ou que ela tinha intenção de matar a criança”. Ainda segundo o delegado, vizinhos afirmaram em depoimento que Jeliane disse que iria incendiar a casa da mãe do garoto porque ela estaria tendo um caso extra-conjugal com seu marido. “A mãe do garoto também viu Jeliane correndo próximo da casa logo após o início do incêndio”. No velório, a família do menino João Lucas lamentava a morte trágica do garoto e pedia justiça. “A gente só pode esperar por justiça agora”, disse o tio do menino, Gilmar Ferraz.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário