ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Gabriel Jesus erra pênalti, e Brasil perde para Argentina com gol de Messi

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

PM apreende munições e pólvora para arma de fogo em Tanhaçu

Fabrício Abrantes é o novo presidente do Democratas em Brumado

Previsão do tempo para feriadão é de céu claro com possibilidades de chuvas isoladas em Brumado

Policiais baianos recebem R$ 40 milhões em prêmio nesta quinta (14)

Conquista: Policia Civil diz que motorista de aplicativo e estudante foi morto a mando de traficante preso

Brumado: Com estimativa de renegociar dívidas, Prefeitura espera receber R$ 20 milhões

Conseg de Brumado visita instalações do Centro de Operações e Inteligência em Salvador

Pretos e pardos são maioria nas universidades públicas no Brasil, diz IBGE

Operação Proclamação da República reforça fiscalização nas rodovias federais da Bahia

Clínica Mais Vida-Endocrinologista destaca a importância de ampliação da atenção e conscientização sobre o Diabetes

Brumado: Cabeleireiro tem casa pichada no bairro do Hospital e teme ser possíveis ameaças

Brumado: Receita Federal e Ministério do Trabalho serão realocados para espaço da antiga Policlínica

Brumado: Após ter casa interditada, músico denuncia péssimas condições de casa alugada pela Prefeitura

Caetité: Operador morre após cair de pá carregadeira e ser atropelado pelo veículo

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados

Homem é preso suspeito de comercializar anabolizantes e drogas sintéticas em Conquista

Fã que planejava 'se vingar' da cantora Simaria é preso


Gerente de banco envolvido em confusão com cliente que levou 'mata-leão' foi afastado

Foto: Reprodução l G1

O gerente da Caixa Econômica Federal envolvido em uma confusão com um cliente em Salvador foi afastado das atividades. O empresário Crispim Terral, de 34 anos, relatou que, em 19 de fevereiro, foi vítima de racismo e agredido por policiais militares acionados pelo gerente. Ele postou a denúncia nas redes sociais. O post foi acompanhado de um vídeo que mostra o momento em que Terral leva um "mata-leão" de um policial. Na manhã de quarta-feira (27), ele foi até a 1ª Delegacia, em Salvador, para denunciar o gerente do banco que aparece na imagem pedindo que os policiais o algemassem. No vídeo, o gerente diz: "Não negocio com esse tipo de gente". Já a Caixa informou que abriu uma apuração, sob responsabilidade da corregedoria da empresa, para apurar o caso. O banco disse que repudia práticas e atitudes de discriminação cometidas contra qualquer pessoa e que, nesta quinta-feira (28), vai realizar um treinamento específico com toda rede de atendimento para reforçar a política de relacionamento com clientes. Para ele, a decisão da Caixa pelo afastamento do gerente só foi tomada por conta da repercussão negativa. Terral afirmou que, após sair da delegacia, ele e os advogados iriam ao Ministério Público (MP) para fazer uma denúncia. Ele agradeceu às mensagens de apoio que tem recebido. "Tenho recebido muitas mensagens, muitas ligações, por segundo na verdade. Para mim é muito significante, muito gratificante, ter esse apoio do Brasil, de todas essas pessoas que estão sensibilizadas por essa situação. Então, fico feliz por também ser um incentivo a todos os negros, todas as negras lindas do Brasil, e digo para elas que lutem, que digam não ao racismo, digam não ao preconceito."



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário