ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Eleitor tem até quinta-feira (18) para pedir voto em trânsito

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 27 milhões

Universidades Estaduais Baianas apoiaram Carta Aberta à Democracia

Brumado: Duas mulheres ficam feridas em acidente na BA-148

Deputados e senadores querem aumentar os seus salários para R$ 36,8 mil

PMs de Contendas do Sincorá e Vitória da Conquista são investigados por homicídios em 2018 e 2019

Bahia confirma mais dois casos da varíola dos macacos nesta sexta

Badalado restaurante de Livramento é demolido pelos proprietários após decisão Judicial

Brumado: Câmera flagra homem furtando caixa de som em loja de utilidades do centro; assista

Brumado: 34ª CIPM intensifica segurança e realiza blitz na cidade

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana


Brumado: Empreendedor aponta queda de 50% nas vendas de ovos de Páscoa

O empreendedor Anacleto Silva juntamente com seus filhos acredita num aumento das vendas até o domingo de páscoa (Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

A forte crise econômica afetou diretamente o comércio brumadense nesta Semana Santa, não só na área de peixaria, mas também no setor de vendas de ovos de Páscoa.  A reportagem do 97NEWS esteve em vários locais e constatou essa tendência que comprova um desaquecimento, especialmente no comércio informal, com a agravante que as contratações temporárias foram muito baixas, pois a demanda diminuiu. Em contato com o empreendedor individual Anacleto Castro Silva (43) que possui um ponto comercial no centro de Brumado. Muito consciente ele confirma a tendência negativa e afirmou que “até o momento, nesta quinta-feira, tivemos uma queda de 50% nas vendas em comparação ao ano de 2015, onde a crise ainda estava se iniciando”. Ele ainda explicou que “no nosso caso que trabalhamos com chocolate nobre e o nosso produto é de alta qualidade ainda temos esperanças de que as vendas aumentem até domingo, além do fato que os nossos preços serem menores que as grandes redes”. A maioria dos consumidores reclama dos preços, que estariam muito altos, dificultando ainda mais as vendas. Ele aconselhou aos que pretendem ingressar nesse tipo de atividade comercial que trabalhem com o chocolate nobre, que requer refrigeração e outros cuidados especiais, mas que, no final a qualidade do produto é muito melhor, já que a competitividade e a exigência dos clientes são cada vez maiores. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário