ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Eleitor tem até quinta-feira (18) para pedir voto em trânsito

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 27 milhões

Universidades Estaduais Baianas apoiaram Carta Aberta à Democracia

Brumado: Duas mulheres ficam feridas em acidente na BA-148

Deputados e senadores querem aumentar os seus salários para R$ 36,8 mil

PMs de Contendas do Sincorá e Vitória da Conquista são investigados por homicídios em 2018 e 2019

Bahia confirma mais dois casos da varíola dos macacos nesta sexta

Badalado restaurante de Livramento é demolido pelos proprietários após decisão Judicial

Brumado: Câmera flagra homem furtando caixa de som em loja de utilidades do centro; assista

Brumado: 34ª CIPM intensifica segurança e realiza blitz na cidade

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana


Brumado: Há mais de dois anos com esgoto entupido, comerciantes e moradores realizam reparo por conta própria

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Moradores da Rua Princesa Isabel, em Brumado, vinham sofrendo com o entupimento da rede de esgoto há mais de dois anos. A comerciante Ienes Meira afirma que tarefas simples de sua lanchonete se tornavam um transtorno por conta do problema. "Era difícil quando a gente lava uma louça, por exemplo. O esgoto está voltando para dentro da lanchonete, volta pelo banheiro, pelo ralo, era solto na rua, já fizemos foças seca mas não resolveu", conta a empresária. Cansada de tanto reclamar na Embasa e na Prefeitura, a comerciante chamou os vizinhos, comprou canos e pagou um pedreiro para abrir valas e instalar a nova tubulação. 

 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Com a mão de obra, Ienes gastou R$ 1.500 para evitar que esse esgoto voltasse para dentro da lanchonete e casas próximas. "O mau cheiro era grande que os meus clientes estavam reclamando. Muitos disseram que se eu não consertasse eles não vinham mais", contou Meira. Outro morador da rua, Ney Souza, cobrou uma atitude do Ministério Público, já que a prefeitura e a Embasa não tomam as providências cabíveis. "Cadê a justiça de Brumado, o Ministério Público? O que está acontecendo aqui é um negócio fora de série. Estamos acordando com esgoto, almoçando com esgoto, não tem condições. Estamos cansados de cobrar da Embasa e da prefeitura”, diz. O reparo foi concluído na quinta-feira (28).

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário