ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Artistas bumadenses são selecionados para Mostra Cênica Motin Bahia

Bahia recebe 6ª remessa de vacinas contra Covid-19

Brumado: Novas restrições ampliam dificuldades do 'chapa de caminhão' em conseguir levar sustento para casa

Rui Costa estende toque de recolher na Bahia até 31 de março

Paulo Guedes diz que Brasil pode virar Venezuela em 1 ano e meio

Casos de reinfecção por Covid-19 preocupam Secretaria de Saúde na Bahia

Brumado chega à 400 casos ativos de Covid-19;; 34 estão hospitalizados

Lockdown é suspenso em Brumado e toque de recolher é antecipado para às 19h

Médico é espancado por familiar após alertar sobre riscos da covid-19

Variante brasileira da Covid-19 é mais transmissível, diz pesquisa

Rui Costa e Prefeitos se reúnem para discutir prorrogação de medidas restritivas

Antenas parabólicas vão receber a internet 5G; entenda

Com 76 anos de idade e 51 de profissão, barbeiro resiste a modernidade em Brumado

Bolsonaro zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha

Bahia entra com ação no STF para aplicar vacinas sem autorização da Anvisa

Conquista: Dois passageiros são presos por viajar com documento falso

Guanambi: Município adere a decreto que restringe circulação até a próxima segunda (8)

Covid-19 na Bahia: Mortes por dia voltam a aumentar e chegam a 95 na segunda-feira

Supremo garante porte de arma para guardas municipais

Brumado: Município registra 62 mortes por conta da Covid-19; 392 pacientes estão em tratamento


Baiano de 48 anos é dado como morto e tenta provar que está vivo há treze anos

Foto: Reprodução

Um baiano de 48 anos, da cidade de Bom Jesus da Lapa vive um drama há 13 anos e, tenta provar na justiça que está vivo. Após ser roubado no estado de Minas Gerais em 2003, quando viajava de Bom Jesus da Lapa, cidade natal e, seguia para morar em Goiânia (GO), foi dado como morto e a família enterrou o corpo de um desconhecido, depois da informação que seu familiar havia sido atropelado. Alailson Santos Lima relatou que tudo começou após ser roubado em uma festa. “Eu saí para uma festa com uns amigos e um rapaz roubou minha bolsa com meus documentos. Fui na delegacia, mas o rapaz que me atendeu lá disse que não poderia fazer nada e ficou por isso”, explicou. A família de Alailson recebeu a notícia que o rapaz teria sido atropelado em 2003. Na época, a tia dele, Cecília Lima de Matos, recebeu a ligação da funerária e o suposto corpo de Alailson foi encaminhado para Bom Jesus da Lapa. Como ninguém pediu para abrir o caixão, enterram por engano um desconhecido. Em 2015, o rapaz esteve na sua cidade de origem e as pessoas ficaram assustadas com a sua chegada. Todos pensavam se tratar de uma assombração. A família não faz ideia de quem é o corpo que eles sepultaram anos antes.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário