ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Honestidade: Mulher que achou quase R$ 1500 em Brumado encontra a dona e devolve o valor

Criação do União Brasil deve ser oficializada em fevereiro, diz Neto

Senado aprova medida provisória que cria Auxílio Brasil

Suspeito de chefiar esquema de lavagem de dinheiro em SP é preso na Bahia

Atlético-MG vence de virada, conquista o título e complica a vida do Bahia

Conquista: Jovem de 18 anos é presa ao tentar levar cocaína, armas e munições em ônibus

Gabriel, ex-jogador do Flamengo, estará presente no Futebol Solidário 2021

Caminhão baú de Brumado tomba entre o Distrito de Cascavel e Mucugê

Brumado: Mulher encontra quase R$ 2 mil próximo a banco e procura por dono da quantia

Infectologista da Clínica Mais Vida, em entrevista a TV Sudoeste, fala sobre o Dia Internacional da Luta contra a AIDS

Empresário Emanoel Araújo participa do lançamento da pré-candidatura de ACM Neto

Tema Livre Podcast desta semana recebeu o produtor de eventos e artista plástico 'Kezinha'

Municípios relatam atraso em entrega de vacina BCG; cidades sofrem com desabastecimento

Criança morre depois que parede de casa desaba em Itapetinga

Governo da Bahia publica mudanças em mais de 50 comandos da Polícia Militar

Infectologista da Clínica Mais Vida fala sobre o Dia Mundial de Luta contra a AIDS e a importância do diagnóstico precoce

Dom Basílio: Morre o blogueiro Aderson Caires, vítima de doença neurodegenerativa

Política: Jair Bolsonaro assina filiação ao PL

Homem em estado grave aguarda transferência do Hospital Municipal de Brumado para uma unidade de saúde em Vitória da Conquista

PM algema homem a moto em movimento em São Paulo e vídeo viraliza


Brasil: Justiça manda soltar PMs que arrastaram mulher no Rio

Wilton Junior

Para a juíza Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros, não é possível concluir que os policiais militares soubessem que Claudia estava sendo arrastada pelas ruas

RIO - A Justiça Militar do Rio concedeu nesta quinta-feira, 20, liberdade provisória aos três policiais militares que estavam na viatura que arrastou por cerca de 350 metros de asfalto a servente Claudia Silva Ferreira, na manhã deste domingo, 16. A decisão atende a parecer do Ministério Público Militar.

Em sua decisão, a juíza Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros afirmou que não é possível concluir que os policiais militares soubessem que Claudia estava sendo arrastada pelas ruas após a abertura da tampa do porta-malas da viatura. E que a manutenção da prisão cautelar dos policiais "afigura-se mero adiantamento da pena a ser eventualmente imposta".

 

 

A vítima havia sido baleada durante uma operação policial na manhã de domingo no Morro da Congonha, em Madureira, zona norte do Rio, e, segundo os policiais, foi colocada na Blazer da PM para ser levada ao hospital. Os três PMs foram presos em flagrante horas depois, por ordem do comando do 9.º Batalhão, que os enquadrou no crime de "inobservância de lei, regulamento ou instrução", previsto no artigo 324 do Código Penal Militar. A pena máxima prevista é de um ano de detenção.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário