ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

É hoje (26): Forró do Bode 2018

Brumado: Greve dos caminhoneiros continua e movimento ganha cada vez mais apoio popular

Governo publica decreto que autoriza uso das Forças Armadas para liberar rodovias

26 de Maio: Dia Nacional de Combate ao Glaucoma; saiba como se prevenir

PM nega suspensão de patrulhamento na Bahia e define estratégia de segurança

Fligê 2018 amplia programação e participação de jovens

AGU pede que STF declare greve dos caminhoneiros ilegal

Brumado: Agroamigo realiza 'Calendário do Bem 2018'

Brumado: Prefeitura divulga programação dos festejos do aniversário da cidade

Sindicato comunica que não tem mais gasolina nos postos da Bahia

‘Bairro está esquecido com ruas esburacadas, muito mato, sem UBS e sem quadra de esportes’, afirmam moradores do Esmeraldas

Exército escolta caminhão até Reduc na 1ª ação após anúncio de Temer

Pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia usa Tribuna Livre da Câmara para falar sobre projeto Impacto Esperança

'Senado está de plantão para resolver greve', diz Eunício

Presidente do Sindicato dos caminhoneiros na Paraíba diz que Temer acaba de decretar ‘guerra civil’: “O que vier a gente vai enfrentar”

Temer diz que governo acionou 'forças federais' para desbloquear estradas

Brumado: Caminhoneiros defendem ‘Intervenção Militar Já’

Brumado: 5º dia da Greve dos Caminhoneiros confirma união da categoria e repulsa aos sindicatos

Em pronunciamento no Legislativo, vereadora Lia Teixeira externa o seu apoio aos caminhoneiros

Embasa recomenda economia de água durante greve dos caminhoneiros


Em reunião na AL-BA, secretário estadual de Saúde não inclui Brumado na lista das próximas policlínicas a serem construídas

O secretário Fábio Vilas-Boas não incluiu Brumado na próxima lista de construção de novas policlínicas na Bahia (Foto: Daniel Simurro | 97NEWS)

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio-Vilas Boas, apresentou nesta terça-feira (18), a deputados da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), um balanço dos investimentos realizados pelo governo estadual na área nos últimos dois anos. De acordo com o titular da pasta, a administração aplicou mais de R$ 9 bilhões em obras, serviços e recursos humanos na área, com a abertura de aproximadamente 500 leitos em hospitais e maternidades. O secretário destacou também que, para continuar investindo em serviços de alta complexidade e atendendo os pacientes mais graves, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) implantou nos últimos dois anos medidas de eficiência do gasto público, o que permitiu ampliar e descentralizar a assistência à saúde. "Apenas neste período, a capital baiana ganhou o Hospital Geral do Estado 2 (HGE 2), referência no atendimento a queimados e a urgência e emergência de trauma e o Hospital da Mulher, que é a maior unidade do Norte-Nordeste especializada no atendimento à saúde feminina. Foram mais de R$ 110 milhões investidos nas duas unidades, que acrescentam 297 novos leitos à rede estadual. Já no interior, inauguramos duas Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs), uma em Feira de Santana e a outra em Vitória da Conquista. Cada unidade tem a capacidade de atender, diariamente, até 450 pacientes de baixa e média complexidade", pontuou o secretário. Conforme a Sesab, serão investidos a partir deste ano mais de R$ 600 milhões no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia, sendo 70% financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e 30% de contrapartida estadual. Os recursos serão empregados, simultaneamente, na estruturação do Sistema de Atenção Integral de Saúde para superar vazios assistenciais em áreas prioritárias e no fortalecimento da regulação para a assistência à saúde, o que poderá garantir o acesso dos usuários do SUS na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Serão construídas, ampliadas e reformadas unidades de saúde nas cidades de Candeias, Camaçari, Alagoinhas, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Salvador, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Vera Cruz, Santo Antônio de Jesus, Valença e Feira de Santana. A secretaria informou também que serão construídas 11 policlínicas, o que pode ampliar a oferta de serviços de média complexidade e descentralizar a assistência na Bahia. Cada policlínica custará cerca de R$ 20 milhões entre obras e equipamentos, que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado.  As próximas policlínicas serão construídas nos municípios de Salvador, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Simões Filho e Santo Antônio de Jesus, sendo a capital baiana a única com duas unidades. Vale ressaltar que este número de sete unidades não perfaz o total de 11 policlínicas a serem construídas. Como a de Brumado já estaria garantida, ela será construída, mas, não está nesta primeira lista, o que dá a entender que, como o investimento é alto, a construção não deverá acontecer este ano. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário