ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado Sunset: Virada de preço vai acontecer hoje à meia-noite; corra e garanta já o seu ingresso

SindComerciários: Horários especiais de funcionamento das lojas

Dermatologia e medicina estética na Clínica Master com Drª. Stephane Spínola

Ações trabalhistas caem quase 70% com indefinições sobre nova legislação

Tragédia em Belo Campo: Identificada mulher que morreu eletrocutada ao tocar em varal

Lula e Ciro fazem acordo para 2018

Caculé: Trágico acidente tira a vida de jovem de apenas 22 anos; amigos e familiares estão abalados

Morre aos 98 anos a atriz Eva Todor

Convenção do PSDB tem confusão e até cadeiras voando

Conquista: Fogo atinge casa no bairro Brasil; ninguém se feriu

E agora? Exército destitui general de cargo por ter criticado Temer

'Acontece de tudo': Jatinho do cantor Leonardo atola em pista do aeroporto de Barreiras

Comitê do Contas toma nova deliberação sobre irrigação do agronegócio em Piatã

De goleada: Bellintani vence as eleições e é o novo presidente do Bahia

SindComerciários: Poções e Região também abraçou a Campanha Salarial 2017/2018

Repórteres, ouçam o que estão falando alto nas mesas dos botecos

Estação Noel abre suas portas no Arquivo Histórico Municipal Memória de Brumado

Polêmica: Filho de Bolsonaro critica professora da Uesb que 'simulou sexo' com camisinha

Rui eleva tom e dispara contra opositores: 'menininhos ricos, mimados e que só vivem no luxo'

Sócios definem neste sábado futuro presidente e Conselho Deliberativo do Bahia


MEC deverá definir hoje (12) o reajuste do piso salarial dos professores para 2017; projeção é de 7,5%

(Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação (MEC) vai se reunir na manhã de hoje (12) com representantes dos estados, municípios e trabalhadores para discutir o reajuste do piso salarial dos professores de 2017. A pasta confirmou que deverá fazer o anúncio oficial do aumento do piso que, de acordo com cálculos de entidades educacionais, deverá ser de aproximadamente 7,5%. Com isso, o menor salário a ser pago a professores da educação básica da rede pública deve passar dos atuais R$ 2.135,64 para um valor entre R$ 2.285 a R$ 2.298.O piso salarial dos docentes é reajustado anualmente, seguindo aa regras da Lei 11.738/2008, a chamada Lei do Piso, que define o mínimo a ser pago a profissionais em início de carreira, com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais. Pela lei, o anúncio do reajuste deve ser feito sempre em janeiro. O ajuste deste ano deverá ficar 1,2 ponto percentual acima da inflação de 2016, que fechou em 6,29%.A reunião é a primeira do ano do Fórum Permanente para Acompanhamento da Atualização Progressiva do Valor do Piso Salarial Nacional, criado em 2015 com o objetivo de discurtir formas mais sustentáveis de pagar os professores. O Fórum é composto por representantes do MEC e por entidades como o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário