ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Motociclista vai parar em cima de picape após colisão na Otávio Mangabeira

Fim da exigência de simulador para CNH e suspensão de aulas para cinquentinha valem a partir de hoje (16)

Brumado: Projeto que será apresentado na sessão da Câmara desta segunda (16) prevê readequação da Zona Azul

Brumado: Alunos de escolas municipais são premiados com medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática

Brumado: Com orçamento em R$ 211 milhões, prefeitura realiza plano orçamentário para 2020

Brumado: Defensoria Pública lançará cartilha 'sobre abordagem policial'

Exame Toxicológico é na Clínica Master

Homem morre e mulher é presa em ação que apreendeu 40 kg de drogas na cidade de Vitória da Conquista

Brumado: Prefeitura, CDL, MP, Legislativo e a Zadar se reunirão na quinta-feira (19) para resolução da Zona Azul

Romeiros viajam mais de 200 km a cavalo para visitarem o Santuário da Gruta da Mangabeira em Ituaçu

Confusão durante concurso da Prefeitura de Aracatu deixa candidatos revoltados

Governador da Bahia anuncia plano de pagar royalties do petróleo a municípios

Projeto da Coelba oferece desconto na compra de placas de energia solar

Brumadense Alípio Júnior é vice-campeão Sul Americano de fisiculturismo no Peru

Brumado: PM apreende homem e drogas no bairro do Mercado

Brumado: Menor é apreendido com entorpecentes no bairro São Jorge

Juiz entende legítima defesa e arquiva inquérito de brumadense que matou jovem de 22 anos em Bom Jesus da Lapa

Brumado: 34ª CIPM forma mais uma turma do Proerd

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Brumadenses investem em energia solar para economizar na conta de luz

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Com a energia elétrica subindo de preço, tem cada vez mais brumadense descobrindo que vale a pena usar a luz do sol para reduzir a conta. O empresário Flávio de Souza já não sabia mais como baixar a conta de luz que estava nas alturas. Segundo ele, só tinha um problema, o preço muito alto do sistema. "O orçamento ficou em R$ 8 mil. E como o governo não dá incentivo, ficou difícil. O preço das placas é o que mais encarece o sistema", comentou. Mas Souza não desistiu, fez um financiamento em um banco da cidade e conseguiu contratar a empresa para instalar o sistema, que hoje já é permitido pela Coelba. "Desde que seja por um engenheiro, uma empresa toda legalizada e o projeto passe pela Coelba, você consegui instalar a energia solar e reduzir sua conta de energia. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

No telhado, tem 10 placas que geram o dobro de energia que ele gasta em casa. O que sobra, Flávio vende para a concessionária. “Na conta eu não pago nada, aliás pago uma tarifa básica de ligação”, relata. Desde 2012, o governo permite que o consumidor produza energia a partir de fontes renováveis e forneça para a distribuidora o que sobrar. Não há pagamento em dinheiro. Mas o consumidor fica com o crédito para abater no que for gastando. Para quem está pensando na ideia, antes de implantar o sistema em casa é preciso saber as regras da Coelba. Conforme Souza, para quem ainda está em dúvida, “vale muito a pena, não vale pouco, não, vale muito!" Disse ao 97NEWS. De olho nesse novo mercado, novos empreendimentos estão surgindo em Brumado, provocando um aquecimento no comércio local e gerando novos empregos.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário