ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Rui Costa fará visita técnica ao Aeroporto de Vitória da Conquista nesta quinta-feira (18)

Criança é hospitalizada após ingerir entorpecentes enquanto brincava na varanda do apartamento

Cipe Nordeste erradica cerca de 10 toneladas de maconha em Euclides da Cunha

Brumado: Mãe de paciente faz elogios a médico de hospital mas critica atuação de outros profissionais

Internauta filma ninho de cobras de perto e as imagens chamam a atenção

TCE desaprova contas da EBDA e ex-gestores irão pagar R$ 39,3 mil em multas

Carreta de Brumado se envolve em acidente no Norte de Minas; uma pessoa morreu

Ortopedia na Clínica Master com Dr. Claudio Freitas

Brumado: Moradores esperam por dois anos reforma de ponte na comunidade do Jacaré

New Kenko Purificadores: Beba água de qualidade e garanta a saúde para sua família

Ituaçu: Polícia prende homem por cárcere privado e Maria da Penha

Ministério da Saúde suspende contratos de distribuição gratuita de remédios

Reforma tributária pode criar maior imposto do mundo

Aplicativo que envelhece ameaça a privacidade; dizem especialistas de segurança

No aniversário de 50 anos do lançamento da Apollo 11, eclipse lunar encanta brumadenses

Bahia: Governador anuncia realização de concurso para polícias Civil e Militar ainda neste ano

Brumado: Advogado Tiago Amorim lança nome como pré-candidato a prefeito

Prefeitura de Brumado pavimentará cerca de 150 ruas no município; ordem de serviço já foi assinada

Projeto Pequeno Cidadão será realizada pela quarta vez no posto do Sac em Brumado

Bahia: Homem é preso suspeito de invadir escola e esfaquear mulher 12 vezes


Sistema que facilita posse de armas já está valendo

Foto: Reprodução

Para contemplar o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que flexibiliza a posse de armas de fogo no país, começou a funcionar desde segunda-feira (22) o novo Sistema Nacional de Armas, o Sinarm II. Os requerimentos de aquisição, transferência, porte, guia de trânsito e emissão e renovação de registro de armas passam a ser realizados na nova plataforma, conforme determinado em publicação do Diário Oficial da União do último dia 8. Na prática, as armas de fogo produzidas ou importadas pelo Brasil e sua movimentação no território nacional deverão ser cadastradas no Sinarm II, seja pelo fabricante ou importador. As solicitações de emissão de porte continuarão a ser feitas no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) e deverão ser colocadas no Sinarm II pelas unidades de controle de armas. Em janeiro, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto n.º 9.685/2019, que muda as regras sobre a posse de armas. Antes, era necessário que um delegado da Polícia Federal avaliasse caso a caso se o cidadão requerente precisava ou não de uma arma de fogo em sua residência ou negócio. Com o decreto, cidadãos em determinadas condições podem comprar armas sem essa análise individual. Quem vive em cidade ou estado onde a taxa de homicídios seja superior a 10 para cada 100 mil habitantes, moradores de áreas rurais, donos de estabelecimentos comerciais ou industriais, militares, agentes de segurança pública, administradores de penitenciárias, atiradores e caçadores registrados no Exército têm direito à posse. O decreto também aumentou a validade do registro de arma de fogo de cinco para dez anos.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário