ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Contendas do Sincorá: Policiais civis da 20ª Coorpin prendem falsa médica que atuava de forma ilegal na Região Sudoeste

Brumado: Idoso morre ao ser atropelado por moto no bairro São Jorge

Brumado: Golpistas usam nome de mulher que teve casa incendiada no Brisa 1 para pedir no comércio

CICOM de Brumado auxilia no resgate com casal de turistas perdidos em trilha da Chapada Diamantina

Brumado: 'Nem abaixo assinado resolveu', dizem moradores do Apertado do Morro cobrando melhorias para o bairro

Brumado: Prefeitura concede alvará para início das obras da faculdade de medicina

TSE aprova normas para Eleições Municipais em 2020

Brumado: Bandido se passa por paciente, fica em fila e tenta roubar idoso

Clínica Master realizou workshop: ‘Saúde Ocupacional e o Faturamento de Sua Empresa’

Brumado: Em busca do selo Unicef, audiência pública debate o papel de meninas e mulheres como líderes

Adolescentes são suspeitos de estuprar menino de 7 anos em banheiro de escola em Vitória da Conquista

Grupo discutirá extinção do Nasf na Câmara de Vereadores


Delegado da 25ª Coorpin de Santa Maria da Vitória refuta possibilidade de tráfico internacional de crianças no caso da mãe que vendeu o filho

O delegado Dr. Leyvison Rodrigues descartou a possibilidade de tráfico de crianças no caso (Foto: 97NEWS)

O caso da mãe que vendeu o seu filho por R$ 5 mil reais em Bom Jesus da Lapa acabou ganhando uma repercussão nacional, já que, alguns veículos de comunicação chegaram a ventilar a possibilidade de uma quadrilha internacional estar agindo na região praticando o tráfico internacional de crianças. Essa especulação teria sido gerada justamente pela mãe que disse que o seu filho iria ser enviado para o Japão. De acordo com informações colhidas pelo correspondente do 97NEWS João de Deus, junto ao delegado responsável pelo caso, Leyvison Rodrigues, da 25ª Coorpin de Santa Maria da Vitória, uma investigadora tomou conhecimento que uma criança estava abandonada na rodoviária no último dia 11 e, indo até o local, confirmou o fato. Imediatamente ela acionou o Conselho Tutelar o menino de 11 anos idade foi resgatado e, em sequência, se iniciaram as buscas pela mãe. No mesmo dia, por volta das 17h, a mãe foi até a delegacia da Lapa e disse que foi sequestrada. 

O caso está sendo investigado pela 25ª Coorpin de Santa Maria da Vitória (Foto: 97NEWS)

Ela foi trazida para a 25ª Coorpin, onde após ser interrogada e entrar em muitas contradições, acabou confessando que ia vender o filho pelo valor de R$ 5 mil para um homem chamado Sinvaldo, o qual teria residência na cidade de Botuporã. Imediatamente após a identificação do suspeito, o juiz expediu o mandato de prisão e o homem já está sob custódia. O delegado, num tom muito seguro, fez questão de garantir que “a investigação ainda está em andamento, então não podemos dar maiores detalhes, mas posso garantir que muita coisa que está sendo divulgada pela mídia não procede”. Questionado sobre a possibilidade do tráfico internacional de crianças ele foi taxativo ao afirmar que “não existe o mínimo fundamento até o momento desta possibilidade, inclusive é um tanto quanto fantasiosa, já que não temos praticamente registros de casos dessa natureza nem em nossa região e nem na Bahia”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário