ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Com o início dos trabalhos, agentes da Área Azul prestam orientação aos motoristas em Brumado

Brumado: Polícia Rodoviária Estadual apreende drogas em ônibus de turismo na BR-030

Brumado se destaca no Índice Nacional de Governança Municipal do CFA 2019


‘Golpe do Atacadão’ deixa rastro de prejuízos em Brumado

Um ponto comercial foi alugado para disfarçar o golpe (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

O estigma de que Brumado é suscetível a golpes e golpistas continua dentro do solo frio da realidade e, nem bem o ano de 2019 se iniciou e um novo golpe já foi realizado na cidade, deixando um rastro de prejuízos a comerciantes e a proprietários de imóveis. O caso ainda está sendo investigado, mas o 97NEWS obteve algumas informações substanciais sobre o episódio que foi denominado como o “Golpe do Atacadão”. O “golpista”, que a princípio seria de Vitória da Conquista, chegou a Brumado para montar um comércio na área atacadista e, nesse objetivo, realizou vários compras de móveis, por meio de cheques sem fundo, sendo que em apenas uma loja o prejuízo chegou à casa dos R$ 11 mil. Ostentando riquezas, ele foi a uma revendedora de joias e adquiriu 5 relógios de alto preço, os quais seriam de ouro inclusive, também passando cheques sem fundos. Os prejuízos não pararam por aí, o golpista também alugou imóveis e não fez a devida quitação, como também não pagou os funcionários que ele contratou para o seu empreendimento que tinha endereço e fachada, o “Atacadão Brumadense” que fica situado num ponto comercial na Rua Euclides da Cunha, 108, que também não teve o aluguel pago. Segundo contatos feitos com vítimas do golpista ele “tinha uma ótima aparência, parecia um cara rico, de boa índole e acima de qualquer suspeita, além do que tinha um alto conhecimento comercial, o que contribuiu para que ele enganasse muita gente”, disse uma vítima do estelionatário a nossa reportagem. Nossa equipe foi ao local da suposta empresa fantasma, que apresenta em seu painel um telefone e um endereço eletrônico inexistentes.



Comentários

  • Wellington

    "Para aceitar cartão brumadense faz a maior burocracia sendo que o cartão é a coisa mais segura que tem que cobrar juros é cobrado taxa aí aceita cheque sem fundo quero mais e seguro que tem"

  • José

    "Brumado é sempre assim! Um brumadense trabalhador e humilde que paga as suas contas em dia nunca é bem recebido nessas lojas. Quando vem um de fora colocando banca de rico, todos eles recebem e vendem. Bem feito pra que possam aprender que aparência nao é tudo."

Deixe seu comentário