ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Contendas do Sincorá: Policiais civis da 20ª Coorpin prendem falsa médica que atuava de forma ilegal na Região Sudoeste

Brumado: Idoso morre ao ser atropelado por moto no bairro São Jorge

Brumado: Golpistas usam nome de mulher que teve casa incendiada no Brisa 1 para pedir no comércio

CICOM de Brumado auxilia no resgate com casal de turistas perdidos em trilha da Chapada Diamantina

Brumado: 'Nem abaixo assinado resolveu', dizem moradores do Apertado do Morro cobrando melhorias para o bairro

Brumado: Prefeitura concede alvará para início das obras da faculdade de medicina

TSE aprova normas para Eleições Municipais em 2020

Brumado: Bandido se passa por paciente, fica em fila e tenta roubar idoso

Clínica Master realizou workshop: ‘Saúde Ocupacional e o Faturamento de Sua Empresa’

Brumado: Em busca do selo Unicef, audiência pública debate o papel de meninas e mulheres como líderes

Adolescentes são suspeitos de estuprar menino de 7 anos em banheiro de escola em Vitória da Conquista

Grupo discutirá extinção do Nasf na Câmara de Vereadores


Baiano de 48 anos é dado como morto e tenta provar que está vivo há treze anos

Foto: Reprodução

Um baiano de 48 anos, da cidade de Bom Jesus da Lapa vive um drama há 13 anos e, tenta provar na justiça que está vivo. Após ser roubado no estado de Minas Gerais em 2003, quando viajava de Bom Jesus da Lapa, cidade natal e, seguia para morar em Goiânia (GO), foi dado como morto e a família enterrou o corpo de um desconhecido, depois da informação que seu familiar havia sido atropelado. Alailson Santos Lima relatou que tudo começou após ser roubado em uma festa. “Eu saí para uma festa com uns amigos e um rapaz roubou minha bolsa com meus documentos. Fui na delegacia, mas o rapaz que me atendeu lá disse que não poderia fazer nada e ficou por isso”, explicou. A família de Alailson recebeu a notícia que o rapaz teria sido atropelado em 2003. Na época, a tia dele, Cecília Lima de Matos, recebeu a ligação da funerária e o suposto corpo de Alailson foi encaminhado para Bom Jesus da Lapa. Como ninguém pediu para abrir o caixão, enterram por engano um desconhecido. Em 2015, o rapaz esteve na sua cidade de origem e as pessoas ficaram assustadas com a sua chegada. Todos pensavam se tratar de uma assombração. A família não faz ideia de quem é o corpo que eles sepultaram anos antes.

 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário