ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

BA-142 fica interditada por dois dias após queda de 60 árvores por conta da chuva e ventos fortes

Com promessas de 18 anos, moradores da Fazenda Jacaré solicitam a construção de uma ponte; ‘não dá mais para aguentar’, afirmam

Duas mulheres são baleadas em tiroteio entre suspeitos de tráfico em Santo Antônio de Jesus

Brumado: Futebol Solidário com jogadores profissionais e amadores arrecada quase 800 kg de alimentos

Quatro cidades do sul da Bahia estão sem energia elétrica há três dias por conta do mau tempo

Câmara de Vereadores de Brumado realizará sessão solene para dar posse a suplente Girson Ledo

Brumado: Praça da Prefeitura terá decoração de Natal sustentável

Brumado: Jovem de 23 anos é assassinado no Bairro São Jorge

Em coletiva de imprensa, prefeito de Brumado faz prestação de contas de ações de 2018

Tá chegando a hora: Nesta quarta (12) a loja A4 veículos inaugura as suas modernas instalações em Brumado

Mais da metade da população mundial tem acesso à internet, segundo ONU

Autoteste de HIV vai ser distribuído no SUS em 2019

DF: Estudante tenta reaver R$ 150 após caixa eletrônico entregar notas picadas

Intermunicipal 2018: Itapetinga abre vantagem na decisão e vence Itamaraju por 1 a 0

Calçamento cede e faz caminhões de lixo encalharem em Brumado

Buerarema: Ex-presidiário é acusado de ter matado irmã a facadas

Mistério em Correntina: Corpo de garota é encontrado em pista de motocross

Livramento: Sprinter tomba na pista em colisão com Fiat Uno

Chuvas na Bahia: forte ventania arranca telhado de atacadão

Brumado: menores que estavam desaparecidos são encontrados com substâncias análogas a entorpecentes em mochila


Vigilante recebe auto de infração do SMTT por som alto em motocicleta que atrapalhava pedestres de conversar; ele nega e já recorreu

O vigilante Luan Almeida exibindo a sua motocicleta, garantindo que ela nunca fez serviço de propaganda volante ou coisa do gênero (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

Mesmo estando errado, ninguém gosta de ser multado, e, ainda mais quando se está certo e a multa pode ter sido provocada por uma confusão ou erro de leitura. É essa a situação do vigilante Luan Almeida, de 28 anos, o qual recebeu um auto de infração considerado grave no qual ele foi penalizado com a perda de 5 pontos na CNH, além de uma multa de R$ 195,00, por estar com som alto em sua motocicleta, em uma área residencial, atrapalhando transeuntes e moradores. Luan entrou em contato com o 97NEWS e, de forma contundente, relatou que “eu fiquei muito surpreso, pois isso não ocorreu de forma alguma, minha motocicleta não tem suporta para caixa de som e eu nem trabalho e, nem nunca trabalhei, com propaganda volante, pois sou vigilante”. Ele continuou narrando que “eu, inclusive, conheço vários agentes, os quais me disseram que eu fui premiado” e emendou subindo o tom dizendo que “eu tive que perder dias das minhas férias para tentar resolver o problema, fui ao SMTT e lá não me disseram nada, somente me deram um folha para recorrer. É um absurdo porque na multa está escrito que o agente deu dois silvos para que eu parasse e isso nunca aconteceu”. 

No auto de infração está explícito o fato de som alto que atrapalhava transeuntes (Fotos: Luciano Santos | 97NEWS)

Buscando esclarecer o fato, nossa equipe foi ao SMTT e falou primeiramente com o coordenador de estatísticas Jansen Ricardo que se limitou a dizer que o problema não era de sua competência, mas que o setor já tinha recebido a documentação na qual o vigilante recorreu. Em contato com o superintendente interino do órgão, João Nolasco, o mesmo citou que estava em viagem, mas pediu uma cópia da infração e garantiu que fará toda a apuração e, caso tenha existido falha, ela será totalmente reparada. Nós passamos a cópia do auto de infração e esperamos a resposta que até o momento do fechamento da matéria não foi feita, mas, pelas palavras firmes do superintendente, o caso será totalmente esclarecido. No final, o vigilante ainda observou que “tenho certeza que deve ter existido alguma confusão, pois o fato não aconteceu. Eu recorri e sei que irei ganhar, pois, de forma alguma, iria aceitar levar 5 pontos na carteira e ainda pagar uma multa de R$ 195,00 por uma coisa que eu não fiz”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário