ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Homem ateia fogo em carro e morre queimado ao entrar no veículo no Ceará

Caetité: Presos que arrombaram celas, furtam munições e armas de grosso calibre morrem em confronto com a Caesg

Caetité: Presos arrombam celas, furtam munições, armas de grosso calibre e fogem da delegacia

Cipe Sudoeste realiza 'Operação Tiradentes' para coibir delitos durante o feriado de Páscoa

Dois suspeitos de manter 10 venezuelanos em situação de trabalho escravo são presos em Itabuna

Conquista: Mãe de recém-nascido abandonado é localizada após denúncia anônima

Bolsonaro defende que invasão de terra pode ser tratada como terrorismo

Batida entre van e caminhão deixa quatro mortos e quatro feridos em Barreiras

Barra da Estiva: Jovem baleado durante feminicídio não resiste e morre

Brumado: 34ª CIPM realiza 'Operação Semana Santa' durante o feriado prolongado

Começou nesta quinta (18) o recadastramento de clientes com celulares pré-pagos

Homem mata namorada grávida de três meses e fere mais duas pessoas em Barra da Estiva

PRE inicia operação da Semana Santa nas rodovias do Sudoeste

RHI Magnesita abre processo seletivo para vaga de emprego em Brumado; inscrições até 23/04

Brumado: Mulher atropelada por motocicleta não resiste aos ferimentos e vem a óbito; veja o vídeo

Brumado: Mulher sofre forte impacto na cabeça após ser atropelada por motocicleta

Brumado: Comércio à espera das vendas de Páscoa

Clínica Master: Ultrassonografia

Brumado: Vem ao a '2ª Meia Maratona do Terrão' na comunidade de Campo Seco I

Brumado: Aula inaugural marca o retorno do Programa AABB Comunidade


Câmara aprova isenção do pagamento da conta de luz para famílias de baixa renda

Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (10) a isenção do pagamento da conta de luz para famílias de baixa renda. A medida foi aprovada durante a votação do projeto que viabiliza a privatização de seis distribuidoras de energia controladas pela Eletrobras. O texto-base da proposta já havia sido aprovado na semana passada, mas os deputados ainda precisavam analisar os destaques (possíveis mudanças ao texto original) para concluir a votação. Durante a análise dos destaques, os deputados modificaram as regras da chamada Tarifa Social. Pela proposta, serão beneficiadas as famílias: com renda mensal menor ou igual a meio salário mínimo; e que consumirem até 70 kwh/mês. O texto define, ainda, que a gratuidade será custeada pela Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Atualmente, os descontos para famílias de baixa renda são calculados com base no consumo, que vai de 30 kwh/mês a 220 kwh por mês, em que o desconto varia de 10% a 65%. Pela lei atualmente em vigor, somente indígenas e quilombolas cujas famílias são consideradas de baixa renda têm direito ao desconto de 100% na conta de luz. Com a conclusão da votação do projeto, o texto seguirá para votação no Senado e, em seguida, para sanção presidencial.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário