ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Portal dos procurados oferece recompensa por informações sobre ‘Dr. Bumbum’

Itabuna: Cabo da PM é presa após tentar agredir comandante dentro de batalhão

Brumado: Idoso é detido suspeito de assédio sexual dentro de antiga construção

Partido dos Trabalhadores convida população brumadense para participarem do 'Programa de Governo Participativo'

Menina de 12 anos deficiente é estuprada por 22 homens durante sete meses na Índia

Bahia: Certidões emitidas pelo TCE podem gerar R$ 7,6 milhões para o Estado

Brumado: Professores da rede municipal de ensino recebem Capacitação de Robótica para aplicar em sala de aula

Brumado: Adolescente desaparecido volta para casa

Em meio a desinteresse e insatisfação da população, Rui Costa estará em Brumado nesta sexta-feira (20)

Brumado: Após revogação de licitação, Prefeitura abre nova concorrência para empresa administrar 'Zona Azul'

Brumado: Agentes de trânsito recebem curso sobre a importância do aprimoramoramento de técnicas de relacionamentos interpessoal para a vida pessoal e no trabalho

Cirurgião geral na Clínica Master com Dr. Pedro Thiébaut

Brumado: 34ª CIPM confirma nova viatura e possibilidade de aumento do efetivo

Brumado: GCM´s participam de capacitação para criação de Grupamento Especializado (GE)

Após 100 dias de prisão, perfil de Lula no Facebook posta vídeo do ex-presidente

Bebê de dois meses sobrevive após cair do segundo andar de casa no Espírito Santo

Brumado: Jovem é apreendida com drogas e carregador para rádio comunicador no bairro São Felix

Atenção: Após surto no Brasil, Sesab quer elevar cobertura vacinal de sarampo

Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas

Conquista: Leilão de carros e motos apreendidos acontece na quinta-feira (19); são lotes com preço mínimo de até R$ 100


Feminicídio: Homem é suspeito de matar mulher asfixiada em Brumado

O corpo da vítima foi levado para o IML de Vitória da Conquista (Fotos: 97NEWS)

A prática do Feminicídio, o assassinato de uma mulher pela condição de ser mulher, é cada vez mais comum na sociedade brasileira, o que vem preocupando muito as autoridades, já que em grande parte dos casos, a situação podia ter resolvido no nascedouro, ou seja, quando as agressões começaram a surgir. Brumado, apesar de possuir uma taxa ainda muito baixa desse tipo de crime, acabou, tendo um registro que pode se configurar num ato bárbaro de feminicídio. O fato ocorreu na madrugada desta segunda-feira (19) no Bairro Olhos d’Água, na Rua Senagal, tendo como vítima fatal Vilma Amorim dos Santos, de 51 anos, a qual, foi morta asfixiada. O companheiro de prenome Valdenor, acabou sendo preso suspeito de ter sido o autor do ato de asfixiamento na residência onde o casal morava. Segundo informações da Polícia Civil, o homem vivia há 30 anos com a vítima, é conhecido como “Val”, após uma discussão onde o motivo ainda é desconhecido, teria culminado o ato de fúria incontrolado. No entanto, de acordo com a polícia, o homem ligou para a mãe da vítima informando que Vilma havia passado mal, só que o irmão da vítima desconfiou e foi até a residência do casal e encontrou ela desmaiada, levando a mesma imediatamente ao Hospital Professor Magalhães Neto, onde os médicos, após uma análise mais minuciosa da situação, constataram a morte da mesma, acionando a Polícia. 

As armas artesanais foram encontradas dentro da residência do suspeito (Foto: Luciano Santos l 97NEWS)

Em sua apresentação, logo no início da manhã, a Polícia Civil disse que ele teria confessado o crime. Segundo a família, as brigas entre eles eram constantes. Ainda de acordo com os próprios vizinhos, não foi a primeira vez que Valdenor tentou asfixiar Vilma. Os familiares da vítima, relataram que foram encontrados no corpo dela alguns hematomas e afundamento da face. Na residência do casal, a polícia encontrou várias armas brancas, algumas de fabricação artesanal e três armas de fogo, do tipo garrucha. O suspeito foi detido pela posse ilegal de arma de fogo e indiciado por feminicídio e, se condenando, pode pegar uma pena de 12 a 30 anos. O corpo de Vilma foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Vitória da Conquista, já que não havia médico legista de plantão no IML de Brumado. Caso Vilma tivesse denunciado as agressões, a sua morte poderia ter sido evitada, mas, a grande maioria das mulheres têm medo e prefere permanecer calada.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário