ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado atinge quase 7 mil cadastros ambientais; a cidade está em segundo lugar na Bahia

Brumado: Gasolina só é encontrada em posto da BR-030 na Vila Presidente Vargas

Site da Prefeitura de Brumado é hackeado com mensagens contra o governo

Negociações: Associação que representa caminhoneiros estão reunidos com a Casa Civil

Mega-Sena pode pagar R$ 6,5 milhões nesta quarta

Vereador Elias Piau comemora conquista da extensão de rede para a Comunidade de Campo Seco I

Rio do Antônio: Administração municipal rechaça denúncias e garante que princípio da transparência é respeitado

Tremedal e Jânio Quadros: publicada licitação para a construção do Centro de Comercialização de Animais

Brumado: População teme ficar sem gás de cozinha; restrições nas vendas já atingem comércio

Brumado: Protesto de caminhoneiros segue pelo terceiro dia; grupo faz churrasco e música

Ginecologia e obstetrícia na Clínica Master com Dr. David Tanajura

Eunápolis: Treinador de futebol é preso acusado de abuso sexual

Homem é suspeito de matar o próprio cunhado com golpes de faca na cidade de Livramento

Rodrigo Bocardi tem crise de riso ao noticiar caso de ladrão que engoliu alianças

Bahia: Contratados para trabalho são abandonados e denunciam trabalho escravo

Brumado: Aumento dos Combustíveis provoca abuso nas cobranças de mototaxistas

Brumado: Começou no último final de semana o Campeonato sub-16 do bairro São felix

Construção tem continuidade na Exupério Canguçu; Prefeitura garante que proprietário já foi notificado e prevê solução amigável

Brumado: No combate à criminalidade 34ª CIPM recebe denúncias pelo Whatsapp

Bahia: Rui promete chegar ao fim de mandato com 100% de veículos das polícias renovados


Operação Cartão Vermelho: Casa de Jaques Wagner é alvo da investigação da PF

Ex-governador Jaques Wagner (Foto: Luciano Santos | 97NEWS)

A Operação Cartão Vermelho, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (26), cumpre mandado na casa do ex-governador Jaques Wagner, gestor na época da demolição da antiga Fonte Nova, alvo da ação. Segundo informações da Polícia Federal, os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região e estão sendo cumpridos em órgãos públicos, empresas e endereços residenciais dos envolvidos em um esquema que envolve os crimes de fraude a licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro. De acordo com a apuração da operação, batizada de Cartão Vermelho, a licitação que culminou com a Parceria Público Privada nº 02/2010 foi direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações (FNP), composto pelas empresas Odebrecht e OAS. De acordo com laudo pericial, a obra foi superfaturada em valores que podem chegar a mais R$ 450 milhões de reais após correção, sendo grande parte desviado para o pagamento de propina e o financiamento de campanhas eleitorais.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário