ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Convite: Câmara Municipal de Brumado

Brumado: Babilônia na sinalização de trânsito promovida pelo DNIT vira motivo de piada nas redes sociais

Aracatu: Após um mês da 'Operação Chronos', prefeito continua afastado do cargo; investigações continuam e prisão ainda não foi descartada

'Sem Fôlego': Doze são presos e 68 botijões apreendidos em ação de combate à venda ilegal de gás

Lúcio se diz tranquilo sobre operação da PF: 'não encontrarão nada de errado'

Mega-Sena pode pagar R$ 4 milhões hoje (19)

Brumado: No combate à criminalidade, 34ª CIPM lança o 'Zap Denúncia'

Nas redes sociais, músicos e amigos de `Kley Santos´ prestam homenagens ao brumadense

UFBA abre curso de graduação na UAB de Brumado

Jovem conquistense desaparece após pegar um táxi; família pede ajuda

Brumado: Em novas dependências, SMTT vai em busca de superar severa crise interna; rumores apontam até para a extinção do órgão

Ex-prefeito de Piripá (BA) é condenado novamente por desvio de R$ 186 mil da Educação

Modernidade: Autorizado o pagamento de multas em débito e crédito

Brumado: Identificado o jovem que acabou morrendo em trágico acidente industrial na manhã desta quarta-feira (18)

Tragédia em Brumado: Jovem operário morre após máquina cair em cima de sua cabeça

Medicina do Trabalho na Clínica Master com Dr. Joaquim Donato Júnior

Devassa Puro Malte será a cerveja oficial da Arena Safadão

Bahia: Eternit pode ser condenada a indenizar sociedade em R$ 225 mi por uso de amianto

Filhote de veado é resgatado por médico às margens da BA-148 em Livramento

Dermatologista Dr. Bruno Prado atende no Centro Médico São Gabriel


Ex-vereador de Jussiape é preso em São Paulo sob suspeita de estuprar uma mulher

Livramentense Adson Muniz Santos, também ex-candidato da deputado federal (PRB) em 2014, simulava ser “policial civil”, carregando distintivo falso e arma de brinquedo no momento da prisão.

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta quarta-feira, Adson Muniz Santos, de 34 anos, suspeito de ter se passado por um policial federal para sequestrar e estuprar uma mulher em São Paulo. Ele abordou a vítima na saída de uma delicatessen na região dos Jardins, em área nobre da cidade, no início do mês. Segundo investigadores, o homem foi detido portando um distintivo falso e uma arma de brinquedo. Ao longo da última semana, outras mulheres divulgaram áudios, textos e fotos alegando terem sofrido tentativas do golpe por parte do suspeito. Em todas as situações, que ocorreram em pontos próximos na capital paulista, as abordagens foram descritas de forma parecida: o homem se identificava como policial, mostrando o distintivo, e pedia que a mulher abrisse o vidro e encostasse o carro para que ele pudesse aplicar uma multa.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário