ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Contendas do Sincorá: Policiais civis da 20ª Coorpin prendem falsa médica que atuava de forma ilegal na Região Sudoeste

Brumado: Idoso morre ao ser atropelado por moto no bairro São Jorge

Brumado: Golpistas usam nome de mulher que teve casa incendiada no Brisa 1 para pedir no comércio

CICOM de Brumado auxilia no resgate com casal de turistas perdidos em trilha da Chapada Diamantina

Brumado: 'Nem abaixo assinado resolveu', dizem moradores do Apertado do Morro cobrando melhorias para o bairro

Brumado: Prefeitura concede alvará para início das obras da faculdade de medicina

TSE aprova normas para Eleições Municipais em 2020

Brumado: Bandido se passa por paciente, fica em fila e tenta roubar idoso

Clínica Master realizou workshop: ‘Saúde Ocupacional e o Faturamento de Sua Empresa’

Brumado: Em busca do selo Unicef, audiência pública debate o papel de meninas e mulheres como líderes

Adolescentes são suspeitos de estuprar menino de 7 anos em banheiro de escola em Vitória da Conquista

Grupo discutirá extinção do Nasf na Câmara de Vereadores

Barragens de Rio de Contas e Paramirim estão com estruturas comprometidas, aponta ANA

Brumado: Moradores da comunidade do Jatobá apontam abate clandestino de suínos e caprinos


Morre atriz Jeanne Moreau, aos 89 anos

(Foto: Reprodução)

Morreu, aos 89 anos, a atriz francesa Jeanne Moreau. A causa da morte não foi revelada. Ela atuou em mais de cem filmes durante uma carreira de 65 anos. Ela foi estrela em filmes de consagrados cineastas como François Truffaut (em "Jules e Jim", o clássico absoluto da nouvelle vague), Orson Welles ("O processo”, de 1962) , Michelangelo Antonioni (“A noite”, de 1961), Roger Vadim, Rainer Werner Fassbinder. Moreau também participou do filme brasileiro Joanna francesa”, de Cacá Diegues, no qual interpreta a dona de um prostítulo em São Paulo que vai para Alagoas atrás de um cliente que morre de amores por ela. Em 2009, quando foi homenageada no Festival do Rio de cinema, ela disse que não tinha como impedir que os fãs a chamassem de "diva", mas que isso não tinha influência na sua rotina. "Não tenho como impedir que me chamem de diva. Esses títulos de ‘musa’, ‘estrela’, ‘lenda viva’ não têm nenhuma influência em minha rotina. Não tenho como fazer as pessoas calarem a boca, nem tento evitar que me chamem assim. Se sou merecedora de tudo isso? Não sei”, declarou ao portal 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário