ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Frustração: Eclipse não pode ser visto em Brumado

'Tem idoso aqui de 75 anos levando lata d´água na cabeça', protestam moradores da Comunidade de Roça de Baixo

Brumado: Fábrica de postes é furtada na madrugada de hoje (21); é a décima vez

Vereador José Carlos de Jonas realiza visitas em comunidades rurais na companhia do Secretário de Agricultura e Recursos Hídricos

Itabuna: Jovens Vicentinos promovem tarde de recreação em orfanato

Psiquiatria na Clínica Master com Dr. Renato Franco

Brumado: Polícia realiza reconstituição de possível tentativa de homicídio

Brasil: Apenas 30% das cidades têm planos municipais de saneamento

Como acompanhar o eclipse solar de hoje (21)

Quem recebe auxílio-doença tem até hoje (21) para agendar nova perícia

Intermunicipal 2017: Seleção de Brumado vence Palmas de Monte Alto fora de casa

Câmara tentará votar reforma política nesta semana; PEC prevê fundo eleitoral

Criança de 5 anos toma coice de cavalo, não resistiu ao ferimento e veio a óbito

Cinema: Jerry Lewis morre aos 91 anos

Interior da Bahia poderá ver eclipse parcial do Sol nesta segunda-feira (21)

Com dois gols de Mendoza, Bahia vence o Vasco na Arena Fonte Nova

Protetora acolhe 84 cães em casa e provoca polêmica com vizinhos em Moema, na Zona Sul de SP

Cachaças artesanais da Bahia conquistam destaque na produção associada ao turismo

Como saber se uma notícia é falsa?

Em troca de tiros com guarnição da CIPE/Sudoeste, bandido é morto em Barra da Estiva


Senadora Gleisi Hoffmann é eleita presidente do PT

(Foto: Reprodução)

Depois de forte articulação de última hora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi eleita presidente do PT, no sábado, 3, no 6.º Congresso Nacional do partido. Ré na Lava Jato, Gleisi concorreu pela corrente Construindo um novo Brasil (CNB) e teve 367 votos, 61% do total, contra 226 votos (38%) do senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que foi apoiado pelo Muda PT, grupo que reúne quatro correntes de esquerda. Questionada se a sua condição de ré na Lava Jato atrapalharia o partido, Gleisi respondeu: “Mais do que já fizeram? Como vai atrapalhar mais? Não vejo como tentar desconstruir mais a imagem do partido como já foi feito.” A senadora foi acusada pela Procuradoria-Geral da República de receber R$ 1 milhão do esquema de propinas da Petrobrás para sua campanha, em 2010, e sempre negou a denúncia. Líder do PT no Senado e ex-ministra da Casa Civil no governo Dilma Rousseff, Gleisi afirmou, ainda, que o partido não iria se “açoitar” para fazer autocrítica de erros cometidos, pois isso daria munição aos adversários. “Não somos organização religiosa, não fazemos profissão de culpa, tampouco nos açoitamos. Não vamos ficar enumerando os erros que achamos para que a burguesia e a direita explorem nossa imagem”, disse ela.



Comentários

  • Sérgio Mauro de Oliveira

    "O Senador Aécio foi arrolado no escândalo da lava jato, foi sumariamente afastado da Presidência do PSDB. A Senadora denunciada por recebedores de importâncias destinadas a ela, foi eleita President (A) do pt. Pobre pt até onde vai sua falta de vergonha ? "

Deixe seu comentário