PF fecha empresas de segurança que atuavam de forma ilegal em Vitória da Conquista e em mais 16 cidades da Bahia

Foto: Divulgação l PF

A Polícia Federal (PF) fechou 17 empresas na Bahia por fazer segurança privada sem autorização. Intitulada de Segurança Legal, a operação também ocorre em todo país com fiscalização em cerca de 500 estabelecimentos, entre casas noturnas, comércios, condomínios, entre outros. Na Bahia, os mandados foram cumpridos em Salvador e Região Metropolitana, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Juazeiro, Porto Seguro, Barreiras e Ilhéus. As ações de fiscalização foram iniciadas no início deste mês, culminando com a deflagração.

Foto: Divulgação l PF

Além disso, as empresas que atuam na clandestinidade não observam os requisitos mínimos de funcionamento previstos na legislação. No Brasil, somente empresas de segurança privada autorizadas pela PF podem prestar serviços e contratar vigilantes. Desde 2017, a PF realiza essa operação de âmbito nacional, coordenada pela Divisão de Controle e Fiscalização de Segurança Privada, em Brasília (DF), e deflagrada pelas Delegacias de Controle de Segurança Privada – Delesp nas capitais e pelas Unidades de Controle e Vistoria.