ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 27 milhões

Universidades Estaduais Baianas apoiaram Carta Aberta à Democracia

Brumado: Duas mulheres ficam feridas em acidente na BA-148

Deputados e senadores querem aumentar os seus salários para R$ 36,8 mil

PMs de Contendas do Sincorá e Vitória da Conquista são investigados por homicídios em 2018 e 2019

Bahia confirma mais dois casos da varíola dos macacos nesta sexta

Badalado restaurante de Livramento é demolido pelos proprietários após decisão Judicial

Brumado: Câmera flagra homem furtando caixa de som em loja de utilidades do centro; assista

Brumado: 34ª CIPM intensifica segurança e realiza blitz na cidade

Criança de 2 anos e oito meses morre após ser atropelada em Guajeru

Xiaomi apresenta robô humanoide que reconhece tristeza e 'consola'

Carta pela democracia atinge 1 milhão de assinaturas

Preço dos alimentos puxa inflação e salário mínimo é defasado

Justiça manda prender goleiro Bruno por atraso na pensão alimentícia

Acidente deixa três mortos na BA-142 entre os municípios de Ituaçu e Barra da Estiva

Brumado: Audiência discute intolerância religiosa e ataques a religião de matriz africana

Polícia descobre desmanche de carros durante operação em Caetité

Bahia tem nova redução e gasolina fica quase 10% mais barata; em Brumado o valor chega a R$ 5,09


Brumado: Escritor brumadense fala sobre dificuldade para lançar livro

O jovem escritor, Jorge Renan , de 18 anos, está prestes a lançar seu primeiro livro, a ficção, As Crônicas de Axel Rhodes- O Filho do Sol. Porém a falta de recursos financeiros é um empecilho para realização deste tão grande sonho.

Morador do Bairro Santa Tereza, estudante do 4º ano do curso técnico de Recursos Humanos, Jorge encontrou na educação o caminho para o sucesso. A dificuldade para um escritor lançar sua obra, começa por encontrar uma editora que goste do material e se interesse em fazer a publicação. Pois bem, por esta etapa o jovem brumadense já passou, pois a Editora Novo Século se agradou do que leu e está disposta a publicar. A princípio a Novo Século pretende fazer uma tiragem de 1500 exemplares, porém Jorge terá de ficar com 500 destes, e ele não tem suporte financeiro para bancar tal projeto. O jovem escritor está fazendo uma campanha na cidade para captação de recursos, e deseja em breve estar fazendo campanha para lançamento do tão sonhado livro e noite de autógrafos.

Pessoas que se interessem em ajudar podem procurar a direção do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP), antigo Colégio Modelo.  



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário