ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Serviço de primeiro emplacamento só poderá ser realizado após a confirmação de dados

Brumado: Adolescente de 13 anos diagnosticada com tumor no cérebro aguarda por uma vaga em uma UTI avançada

Novo carregamento da vacina pediátrica da Pfizer chega ao Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Guanambi: Duas pessoas são conduzidas à delegacia por furto de energia

Os melhores aromatizantes para ambientes você encontra na Império Utilidades

Euclides da Cunha: Mulher é achada morta dentro de imóvel com sinais de enforcamento

A Pax Nacional tem credibilidade e compromisso comprovado, não aceite imitações

Brasil registra 84 mil casos de Covid e cerca de 1 milhão em uma semana

Conheça o kit 'Barriga Tanquinho' de Marcelo Esportes

Guanambi: Prefeitura habilita 10 leitos clínicos para tratamento da Covid-19 e mais 10 leitos de suporte à UPA

RotSat: Conheça o nosso site com 'Menu' de acesso rápido

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira


Polícia Militar da Bahia pode entrar em greve no próximo domingo se acordo com o governo não for amigável 

Foto: Ascom/PM

Polícias Militares de toda Bahia poderão parar nesta sexta­-feira dia 02 de dezembro. A decisão veio depois que a categoria se reuniu para tentar negociar com o governo do estado que discutem a falta  de  pagamento  da GAP  nos  níveis 4  e  5. “Essa pauta  que  o  governo  não  vem cumprindo está ai desde 2014”, ressaltou Prisco, coordenador da ASPRA - Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia. Ainda segundo ele, se não houver negociação a categoria não descarta a possibilidade de uma greve. Além da falta de pagamento do GAP, a categoria reivindica também o reajuste salarial de 2016, volta do financiamento  da Conder, cumprimento do acordo firmado em 2014, regulamentação do artigo 92 (pagamento do adicional  de  periculosidade), auxílio  transporte, plano  de  carreira  e entre outras necessidades. A última vez que os Policiais Militares fizeram greve na Bahia foi em 2014. O fato ocorreu durante o período da Semana Santa e resultou em um período de caos na Bahia 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário