ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Bahia: APLB é denunciada por coagir professores para que recebam precatórios; entenda

Aracaju: Famílias disputam linguiça vencida descartada em terreno

Anvisa aprova uso de autotestes para Covid-19 no Brasil

Psicóloga especializada em Terapia Cognitiva Comportamental passa a fazer parte do quadro de especialistas da Clínica Mais Vida

Bahia vacina mais de 90% dos bovinos e bubalinos contra a febre aftosa

Caso do tripléx do Guarujá envolvendo Lula é arquivado pela Justiça

Brumado: CIPRv divulga relatório de acidentes do mês de janeiro de 2022 nas rodovias da região

Bahia: Governo suspende feriado prolongado no período do carnaval

Brumado registra 292 casos ativos e 3 pacientes internados por conta da Covid-19

Brumado: Sala do empreendedor auxilia na declaração anual do MEI

Brasil: 32 milhões de doses da vacina Janssen ainda não foram distribuídas às cidades

Pastores são presos por estupro de vulnerável e cárcere privado na Bahia

Ipespe mostra Lula no topo das intenções de voto, com 44%; Ciro e Moro empatam

Laboratórios privados deixam de notificar casos de Covid-19 na Bahia, diz Sesab

Brumado: Durante fiscalização na garagem da Novo Horizonte, PM apreende acessórios e cosméticos falsificados dentro de ônibus

Brumado: Polícia cumpre mandado de prisão contra traficante de drogas

Brumado: Prefeito destaca 1º vestibular de medicina que será realizado de forma online

Alunos da rede municipal de ensino de Brumado conquistam medalha de prata na OBMEP 2021

Homem é encontrado morto em Livramento de Nossa Senhora

Fundo Eleitoral de 2022 é 7 vezes maior do que valor destinado à Anvisa em 2021


Brumado: Produtor musical é vítima do golpe que usa a sigla do INPI

O produtor musical Joaquim Paulo da Silva, mais uma vítima do golpe que usa a sigla do INPI (Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

Um golpe antigo, que está sendo reeditado e que vem causando novas vítimas, acende o alerta para os produtores e músicos que fecham contratos com empresas e promoters para a realização de shows. A reportagem do 97NEWS foi procurada pelo produtor brumadense Joaquim Paulo da Silva, que é responsável pela dupla sertaneja Jéssica e Patrick. Segundo o seu relato, ele foi contatado por um promoter, que a princípio se identificou ser da HP Produções, uma empresa que é de Feira de Santana, a qual, inclusive, segundo Joaquim, já teria feito contratos anteriores com ele. Devido a isso, ele não desconfiou e atendeu os pedidos do suposto promoter, que informou a ele que teria que tirar com urgência o documento da INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial, que é responsável pelas marcas e patentes. Ele ainda foi avisado que para que o prazo normal da documentação para os shows que seriam realizados nos dias 15 e 16 de outubro, não daria para ser cumprido, mas que, ele teria contatos e que o preço do documento que a princípio seria de R$ 142,00, teria que ter uma elevação e, para ficar pronto rápido, a taxa nova seria de R$ 876,00, o que ele aceitou. Após fazer a transferência bancária, o produtor brumadense não conseguiu mais contato com o suposto promoter e teve a consciência que caiu num golpe, que é antigo, mas que vem sendo aplicado novamente. Ele registrou boletim de ocorrência, mas confessa ser difícil reaver o prejuízo, mas deixa o alerta para outros produtores para não caírem no golpe que usa o nome do INPI. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário