ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Justiça determina afastamento de servidores municipais do grupo de risco do coronavírus

Governo prepara concurso com 2 mil vagas para a PF, diz ministro da Justiça

Loja Império 10, um novo conceito em decoração no município de Brumado

Homem mata esposa após briga por Auxílio Emergencial em Belém

Pesquisa aponta que 28% dos jovens não voltarão às aulas após pandemia

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Estados perdem R$ 16 bilhões em arrecadação no 1º semestre

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Aeroporto de Vitória da Conquista volta a receber alguns voos nesta segunda (03)

Bahia registrou mais 1.550 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas

Comunicado Pax Nacional

Município de Brumado registra mais de 450 pacientes curados da Covid-19

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Feira de Santana: Homem é preso após tentativa de suborno e propina é apreendida

Estudo aponta que cada pessoa infectada no Brasil transmitiu Covid para outras três

Bahia: Governo anuncia convocação de aprovados no concurso da Polícia Civil

Brumado: 'Costurando Amor' é retomado com a doação de 10 mil máscaras nas comunidades


Morre radialista Tio Ed aos 73 anos

(Foto: Divulgação)

Morreu na madrugada desta sexta-feira (29), o radialista Ed Carlos, conhecido por todos como Tio Ed, aos 73 anos. O comunicador baiano que estava internado no Hospital Jorge Valente, em Salvador, sofreu falência múltipla dos órgãos.Tio Ed fez parte do quadro de comunicadores na Rádio Sociedade da Bahia por quase vinte anos. No rádio baiano, Tio Ed apresentou radionovelas, noticiários, programas de variedades, programas humorísticos e jornalísticos. Natural da cidade de Feira de Santana, ele começou a carreira na rádio de Feira de Santana. Tio Ed criou a frase que marcou a família baiana: "E o senhor, a senhora, sabem onde estão, com quem estão, e o que é que estão fazendo os seus filhos agora?”A família ainda não informou o horário e local do sepultamento.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário