ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Câmara de Vereadores promulga lei que reserva vagas de estacionamento para gestantes, lactantes e pessoas com crianças de colo

Bom Jesus da Lapa reúne 600 mil fiéis em evento religioso

Brumado: Adolescente de 14 anos é encontrada na casa de uma amiga

Corpo de idosa chilena é encontrado em estado de decomposição no interior da Bahia

Brumado: Família pede ajuda para localizar adolescente de 14 anos

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Brumado: Polícia apreende homem após colocar fogo em residência no bairro Olhos D'água

Seleção de advogados de Brumado vence Serrinha e avança para semifinal da Copa CAAB

Empresa Gel Sol de Brumado recebe prêmio nacional da Intelbras

Brumado: Município investiga primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

MP da Bahia lança novo número para atendimento ao cidadão

Inflação muda comportamento dos brasileiros, diz pesquisa

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

TSE divulga patrimônio de sete presidenciáveis; o maior valor ultrapassa 24 milhões

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Vem aí o 13º Agosto Gospel

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Lapa: Romaria do Bom Jesus recebe título de patrimônio imaterial


Delegados exigem de Cardozo ‘menos discursos’ e mais apoio à PF

Ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) (Foto: Divulgação)

Irritados com o corte de R$ 133 milhões no orçamento de 2016, os delegados de Polícia Federal decidiram pressionar o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) para que tome uma atitude em defesa da corporação. Em carta ao ministro, protocolada nesta segunda-feira, 28, um grupo de 37 delegados da PF cobra de Cardozo ‘menos discursos e mais ações efetivas do Ministério da Justiça em defesa da Polícia Federal’. Eles querem realização de ‘todos os atos institucionais necessários para impedir que a Polícia Federal seja alvo de um processo de sucateamento em razão do cumprimento da sua competência constitucional: combater o crime organizado, os crimes decorrentes dos desmandos políticos e econômicos e a corrupção’. “Caso Vossa Excelência reconheça a sua impossibilidade política em defender a Polícia Federal, os delegados exigem, então, que apoie e se engaje, ao lado da instituição, na busca pela autonomia orçamentária e financeira da Polícia Federal, por meio de gestões para a aprovação da PEC 412/2009, que tramita no Congresso Nacional, a qual garantirá a desvinculação da Polícia Federal do manto do Ministério da Justiça e que permitirá à instituição Polícia Federal se defender por seus próprios meios contra o processo de desmonte que a ela está sendo imposto”, insistem os delegados. O orçamento previsto inicialmente atingia R$ 1 bilhão. A PF avalia que o corte de 13% imposto pelo Congresso atinge o coração de sua atividade mais notória, as operações especiais de combate a malfeitos contra o Tesouro. A PF é vinculada ao Ministério da Justiça. A corporação não tem autonomia orçamentária, situação almejada por dez entre dez delegados.



Comentários

  • DE OLHO NO SISTEMA

    "ESTE MINISTRO E ADVOGADO DO PT DE DILMA E LULA COMO A POLICIA FEDERAL COMO DIZ OS DELEGADOS VAO COMBATER AS PRINCIPAIS MAZELAS DO DINHEIRO PUBLICO DA NAÇAO."

Deixe seu comentário