ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Fisioterapeuta da Clínica Mais Vida fala sobre a importância da fisioterapia no alívio das dores causadas pela Chikungunya

Bahia ocupa 3° lugar no ranking nacional de habitações precárias, aponta fundação

Sindicato dos Comerciários conquista vários benefícios para todos os trabalhadores e trabalhadoras do comércio de Brumado e Região

Google Tradutor adiciona Guarani e outros idiomas da África, Ásia e América do Sul

Polícia Rodoviária Federal registra apreensão recorde de cocaína em 2021

Mãe tenta vender filho por R$ 400 e foge do hospital após parto

Brumado: Homem é preso após matar companheiro da ex-namorada com golpes de faca no bairro do Mercado

Planejamento das Eleições Gerais 2022 é debatido na sede do TRE-BA

Barra da Estiva: PM apreende seis carros com suspeita de serem clonados

CGU aponta R$ 2,6 bi em desvios do Farmácia Popular

Eleições no Clube Social de Brumado: Chapa 2 quer renovação e inclusão das mulheres na gestão

Estados dizem que cumpriram lei e vão recorrer no STF sobre ICMS no diesel

Em mais uma decisão, justiça suspende licitação que pretendia privatizar serviços de água e esgoto em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Neste domingo (15) haverá o fenômeno 'Lua de Sangue' triplamente especial

Sabadão! Tudo pronto para a festa 'Apaixona Brumado' no espaço Popeye Prime

STF suspende políticas estaduais sobre o ICMS do diesel a pedido do Governo Federal

Anvisa e Butantan se reúnem para tratar da CoronaVac para crianças


O Conselho Tutelar de Brumado está apodrecendo de tanta perseguição’, afirma ex-conselheira

A ex-conselheira Fernanda Souza Matos não poupou críticas à atual situação do Conselho Tutelar de Brumado (Foto: Marcos Paulo / 97NEWS)

A ex-conselheira Fernanda de Souza Matos expressou toda a sua indignação à reportagem do 97NEWS sobre a atual situação do Conselho Tutelar de Brumado. “Um exemplo bem claro é o atual edital que está sendo lançado para os novos conselheiros, que está muito mal explicado, pois a carga horária está sendo omitida e não se fala em hora extra e nem adicional noturno”, iniciou. Ela em tom de desabafo falou que “eu pedi exoneração porque não estava aguentando mais o total descaso ao órgão, que está totalmente abandonado, beirando a podridão, onde os conselheiros estão vivendo próximo do regime de escravidão”. Fernanda ainda destacou que “estou fazendo um alerta para os próximos conselheiros para eles repensarem se vai valer ganhar apenas um salário mínimo para correr tantos riscos, inclusive de perder a própria vida, de lidar com menores infratores muito perigosos, sendo que as vezes tem que entrar nos bairros periféricos de madrugada sem a mínima proteção”. E finalizou disparando que “o Conselho Tutelar de Brumado está capengando, está beirando a podridão sem as mínimas condições estruturais. É alvo de perseguição e insensibilidade por parte da gestão municipal que é totalmente negligente nesse sentido. Cidades vizinhas têm conselhos muito mais bem estruturados como é o caso de Caetité, onde os conselheiros ganham 2 salários mínimos e meio. Aqui do lado em Aracatu o conselho também é bem valorizado, mas aqui em Brumado ele está numa situação muito crítica”. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário