ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Justiça determina afastamento de servidores municipais do grupo de risco do coronavírus

Governo prepara concurso com 2 mil vagas para a PF, diz ministro da Justiça

Loja Império 10, um novo conceito em decoração no município de Brumado

Homem mata esposa após briga por Auxílio Emergencial em Belém

Pesquisa aponta que 28% dos jovens não voltarão às aulas após pandemia

Gel Sol: Uma empresa especializada em renovar o seu Consumo de Energia!

Estados perdem R$ 16 bilhões em arrecadação no 1º semestre

RotSat: Rastreamento de veículos ou de sua frota!

Aeroporto de Vitória da Conquista volta a receber alguns voos nesta segunda (03)

Bahia registrou mais 1.550 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas

Comunicado Pax Nacional

Município de Brumado registra mais de 450 pacientes curados da Covid-19

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Feira de Santana: Homem é preso após tentativa de suborno e propina é apreendida

Estudo aponta que cada pessoa infectada no Brasil transmitiu Covid para outras três

Bahia: Governo anuncia convocação de aprovados no concurso da Polícia Civil

Brumado: 'Costurando Amor' é retomado com a doação de 10 mil máscaras nas comunidades


Mulher morre durante culto evangélico; fiéis pensaram que era "encosto"

(Foto: Reprodução)

Durante um culto na casa de uma amiga de igreja, Lúcia Fernandes Santana (foto), 55, caiu, teve convulsão e de sua boca sangrou. Ela estava tendo uma crise asmática, mas os fiéis acharam que estava “possuída” e oraram para livrá-la do Satanás. Como Lúcia continuou passando mal, cerca de meia hora depois os fiéis chamaram um pastor para reforçar as orações, mas ele se convenceu de que não se tratava de “encosto”e mandou pedir socorro de uma ambulância. Lúcia morreu no Hospital de Base, em São José do Rio Preto (SP). De acordo com o atestado de óbito e de testemunhas, Lúcia morreu por causa de sangramento do crânio causado pela sua queda. Ela caiu porque teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral) provocado pela asma. As informações são do Diário da Região. O pneumologista João Batista Salomão confirmou que quem sofre de asma grave pode perder a consciência e ter um AVC se ficar sem socorro médico em torno de dez minutos. M.S.F.S., 36, a nora da evangélica, declarou que os fiéis deveriam chamar logo a família de Lúcia e um socorro médico. “Na casa [onde se celebrava o culto], havia gato, e Lúcia tinha asma. Quando começou a passar mal, ela pediu a bombinha que tinha ficado na casa dela, mas eles [os fiéis] fizeram confusão e acharam que ela estava possuída.” A nora acredita que Lúcia não teria morrido se tivesse sido atendida a tempo por um médico. “Mas só Deus para saber isso.”



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário