ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Sindicato dos Comerciários de Brumado e Região lança benefícios que melhoram o relacionamento entre empresa e trabalhadores

Google Tradutor adiciona Guarani e outros idiomas da África, Ásia e América do Sul

Polícia Rodoviária Federal registra apreensão recorde de cocaína em 2021

Mãe tenta vender filho por R$ 400 e foge do hospital após parto

Brumado: Homem é preso após matar companheiro da ex-namorada com golpes de faca no bairro do Mercado

Planejamento das Eleições Gerais 2022 é debatido na sede do TRE-BA

Barra da Estiva: PM apreende seis carros com suspeita de serem clonados

CGU aponta R$ 2,6 bi em desvios do Farmácia Popular

Eleições no Clube Social de Brumado: Chapa 2 quer renovação e inclusão das mulheres na gestão

Estados dizem que cumpriram lei e vão recorrer no STF sobre ICMS no diesel

Em mais uma decisão, justiça suspende licitação que pretendia privatizar serviços de água e esgoto em Brumado

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Neste domingo (15) haverá o fenômeno 'Lua de Sangue' triplamente especial

Sabadão! Tudo pronto para a festa 'Apaixona Brumado' no espaço Popeye Prime

STF suspende políticas estaduais sobre o ICMS do diesel a pedido do Governo Federal

Anvisa e Butantan se reúnem para tratar da CoronaVac para crianças

Idosa que passou 72 anos em situação análoga à escravidão é resgatada no rio no Rio


‘Ficou em casa e agora me culpa’; declara Bolsonaro por inflação alta, após medidas contra Covid

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que as medidas restritivas tomadas por governadores e prefeitos como limitação ao horário de funcionamento de comércios e proibição de eventos com aglomeração, com o objetivo de reduzir o contágio pelo novo coronavírus, são culpadas pela alta da inflação. As informações são de O Globo. De acordo com o IBGE, a inflação de 2021 ficou em 10,06%, a maior desde 2015. A inflação fechou o ano muito acima da meta estabelecida pelo Banco Central, de 3,75%, com uma tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, ou seja, de 2,25% a 5,25%. “Agora, temos problemas. Inflação. Está o mundo todo com esse problema. Você lembra do fique em casa, a economia a gente vê depois? Estamos vendo a economia. O cara ficou em casa, apoiou e agora quer me culpar da inflação”, afirmou o presidente. Durante a pandemia, governadores e prefeitos adotaram medidas restritivas como limitação ao horário de funcionamento de comércios e proibição de eventos com aglomeração. As políticas foram adotadas com o objetivo de reduzir o contágio pelo novo coronavírus. Apesar criticar esse tipo de medida, o presidente também disse que o Brasil está se recuperando melhor do que os outros países. “Agora, o país é um dos países que menos está sofrendo na economia. Apesar de ser duro pro povo, sei disso, perdendo poder aquisitivo”, avaliou. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário