ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Serviço de primeiro emplacamento só poderá ser realizado após a confirmação de dados

Brumado: Adolescente de 13 anos diagnosticada com tumor no cérebro aguarda por uma vaga em uma UTI avançada

Novo carregamento da vacina pediátrica da Pfizer chega ao Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Guanambi: Duas pessoas são conduzidas à delegacia por furto de energia

Os melhores aromatizantes para ambientes você encontra na Império Utilidades

Euclides da Cunha: Mulher é achada morta dentro de imóvel com sinais de enforcamento

A Pax Nacional tem credibilidade e compromisso comprovado, não aceite imitações

Brasil registra 84 mil casos de Covid e cerca de 1 milhão em uma semana

Conheça o kit 'Barriga Tanquinho' de Marcelo Esportes

Guanambi: Prefeitura habilita 10 leitos clínicos para tratamento da Covid-19 e mais 10 leitos de suporte à UPA

RotSat: Conheça o nosso site com 'Menu' de acesso rápido

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira


Sindicato de Brumado diz que vai denunciar IMI FABI à Organização Internacional do Trabalho

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Mineradores de Brumado e Microrregião (Sindmine) irá protocolar uma representação junto à Organização Internacional do Trabalho (OIT) contra a empresa IMI Fabi. Em setembro deste ano, o Sindmine encaminhou denúncia ao Ministério Público do Trabalho (MPT) por práticas de assédio moral e desvio de função de trabalhadores a empresa. No entanto, segundo o Sindicato, sem que nenhuma medida tenha sido tomada pela direção da empresa para coibir tais práticas, a denúncia também será feita a OIT, cobrando as devidas apurações e providências. Conforme o Sindimine, a direção do Sindicato fez reuniões com trabalhadores de vários setores, ocasião em que confirmaram tudo o quanto foi denunciado e se colocaram à disposição da Entidade para prestarem depoimentos às autoridades que acompanham os fatos. Além disso, a direção do Sindmine foi informada que, além das práticas de assédio e desvio de função, a direção local da IMI FABI formou um grupo denominado “núcleo duro” para pressionar e assediar os trabalhadores, bem como facilitar para os parceiros e empresa terceiras facilidades em troca de benefícios pessoais.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário