ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Conquista: Comerciante é preso vendendo celulares com restrição de roubo

Bahia receberá primeira Copa Indígena de Futebol

Empresa brumadense está entre as classificadas para o Prêmio BBM de Logística 2021

Caminhoneiros acusam ministro de se empenhar para desarticular greve

Itapetinga: Homem é preso suspeito de se passar por funcionário de bancos e aplicar golpes de mais de R$ 50 mil

Brumado: Moradores da rua Bocaiuva reclamam que coleta não está sendo realizada e lixo se acumula pela rua

Novo decreto que vai liberar 50% da capacidade dos estádios na Bahia

Brumado: Moradores da Rua Princesa Leopoldina rompem manilha de esgoto após alagamento de casas

Brumado: Moradores reclamam de criação de porcos perto de residências no bairro São Felix

Brumado: Câmara recua e não vota proposta para volta das máscaras de proteção

Conquista: Acidente entre carro de passeio e carreta deixa quatro mortos

Senhor do Bonfim: Operação prende empresário considerado 'príncipe do tráfico'

Após reivindicação da vereadora Verimar, operação 'Água Potável' é iniciada em Brumado

Petrobras sobe novamente preços da gasolina e do diesel

Brumado: OAB vai acionar prefeito na Justiça após decreto que liberou uso de máscaras

Brumado: Colisão lateral entre veículo de passeio e moto deixa dois feridos na BA-148

Motociclista de 42 anos morre em acidente na BA-148

Brumado: Venha conhecer a loja Império Utilidades

Obras da Fiol entre Ilhéus e Caetité vai gerar até 60 mil novos empregos

Tem novidade na Gel Sol, sua representante Intelbras na Bahia


Sertanejo perde terreno e abre espaço para a 'pisadinha'; empresários dizem que é passageiro

Acima: Barões da Pisadinha, Zé Vaqueiro e DJ Ivis em alta. Abaixo: Marília Mendonça, Gusttavo Lima e Henrique e Juliano estão em baixa - Foto: Divulgação

Desde o início da pandemia, as lives/shows dominaram a plataforma de vídeo youtube. Foram diversas interpretações de artistas famosos, desde o axé, pop-rock, funk, forró e o dominante sertanejo universitário. No entanto, no segundo ano de pandemia, um novo ritmo passou a dominar a plataforma de exibição e transmissão de vídeos. E ai, os sertanejos deixaram de aparecer entre os artistas mais ouvidos no youtube pela primeira vez. Reinam hoje no streaming astros do funk e, principalmente, da pisadinha, que é o forró feito no teclado. A ausência inédita de sertanejos no top da parada começou no início de maio deste ano. E só vem piorando. No ranking atual, a melhor posição sertaneja é de Marília Mendonça, em 7º. Ela liderava até os Barões da Pisadinha tomarem o topo no fim de 2020. Várias formas como o funk e o forró crescem com produções eletrônicas vibrantes de Barões da Pisadinha, DJ Ivis, Zé Vaqueiro, MC Don Juan e outros que hoje ocupam o topo. E o sertanejo? Será uma crise no setor mais produtivo da indústria musical brasileira ou só uma pausa antes de voltar a colher os frutos preferidos do mercado? Empresários, artistas e críticos analisam o cenário como uma "passagem provisória". Entretanto, sem eventos na pandemia, cai a divulgação das músicas e a renda potencial. Críticas à parte, no campo artístico esses estilos eletrônicos ousam, misturam e criam sons que caem na boca do povo. E há quem veja o sertanejo acomodado, com pouca renovação criativa. Há quem não veja falhas criativas, mas só o mercado sertanejo segurando lançamentos e investimentos em divulgação até que os shows voltem. Enquanto alguns projetam que a volta dos shows vai retomar a velha ordem, e que a pisadinha é passageira, para outros o futuro é imprevisível e as inovações eletrônicas, poderosas.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário