ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Número de candidatos que se apresentam com identidade religiosa bate recorde

Anvisa permite importação excepcional de remédios e vacinas para varíola dos macacos

Endocrinologista pediatra da Clínica Mais Vida alerta sobre cuidados com exercícios físicos

Guarda municipal não atua como força policial, decide STJ

CIPRv apreende 2 kg de maconha em ônibus interestadual próximo a Caetité

Brumado: Policial de folga identifica foragido de unidade prisional e aciona guarnição da 34ª CIPM

Homem desmaia após explosão de pneu em borracharia no Oeste da Bahia

Armazém do Criador: 19 de Agosto - Dia da Aviação Agrícola

Brumado tem redução de 40% em crimes violentos letais intencionais no 1º semestre de 2022

Bahia registrou 138 denúncias desde 2019 sobre trabalho escravo

Guanambi: Carro capota e médico sai ileso de acidente na 'Curva da Morte'

Pedestres se arriscam atravessando fora da faixa no centro comercial de Brumado

Adolescente de 15 anos usa a rede social para denunciar abuso sexual em Livramento de Nossa Senhora

Homem é morto a tiros e pedradas em Coaraci

Celular explode enquanto criança de 6 anos assistia vídeo no interior do Ceará

Guanambi: Jovem de 24 anos tem perna amputada após acidente de moto

Vitória da Conquista: Boliviana é presa com cocaína encontrada dentro de saco de 'batatas'

Site do governo da Bahia é suspenso após decisão judicial

Bahia registra 5 mortes e 1.170 novos casos de Covid em 24h

Tema Livre Podcast desta semana conversou com Joan Júnior, cantor e compositor


Estelionatário é morto a tiros em Vitória da Conquista

Foto: Divulgação

Um homem que já havia sido preso em 2014 após ter se passado por  juiz federal e aplicar golpes em Vitória da Conquista, foi a morto nesta quarta-feira (28), na cidade. Identificado como Jean Paulo Fernandes Silva, de 52 anos, ele já havia tentado aplicar golpes se passando por agenciador do programa “Minha Casa, Minha Vida”, Jean recolhia documentos das pessoas e exigia dinheiro para dar andamento aos supostos processos. O estelionatário foi morto a tiros enquanto fazia uma caminhada. De acordo com as informações da Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista, o homem respondia a oito inquéritos policiais, tanto em Conquista quanto em Salvador. A polícia ainda não sabe o que teria motivado o assassinato. Conforme a Polícia, o falso juiz enganou vários empresários ao se apresentar com nome falso e se dizer primo de um deputado estadual. Antes de ser preso  em 2014, o homem  já havia sido detido por comprar uma fazenda com um cheque falso e respondia aos crimes em liberdade.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário