ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Marília Mendonça é a primeira artista brasileira a bater a marcar de 10 bilhões de streams no Spotify

Colisão entre dois helicópteros mata dez pessoas na Malásia

Feira Agropecuária de Morro do Chapéu reúne mais de 95 mil pessoas e movimenta R$7,5 milhões

Brasil não deve 'depender eternamente' de Bolsa Família, diz Governo

Motorista evita acidente após ônibus perder freios em avenida de Guanambi

Acidente grave entre carro e carretas deixa dois feridos em Vitória da Conquista

Perícia em local de crime na cidade de Guanambi é tema de artigo em Revista Científica Internacional

Unidade móvel do TRE-BA inicia atendimento em Malhada de Pedras

Câmera escondida em casa alugada registrava banhos dos moradores

Gusttavo Lima leva cavalo ao palco durante show e divide opiniões nas redes sociais

Apenas 22% do público-alvo se vacinou contra a gripe

Novo tratamento para gordura no fígado 'avançada'

Caravana Bahia Sem Fogo realiza semana intensa de prevenção e educação ambiental na Chapada Diamantina

Ciclista morre após acidente envolvendo motocicleta na BA-938 em Guanambi

Campanha usa título de eleitor gigante para chamar jovens para votar

Brasil atinge 1,6 mil mortes confirmadas por dengue

Belo chora em show após anunciar fim de casamento com Gracyanne

Brasil registra primeiro caso local de cólera em 18 anos; paciente é da Bahia

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Natural de Maracás, adolescente de 17 anos é mantida em cárcere privado pelo primo no RJ

Foto: Divulgação l PM/Rio de Janeiro

Uma adolescente, que não teve nome revelado, de 17, que vivia em cárcere privado, foi resgatada pela Polícia Militar no bairro do Itanhangá, no Rio de Janeiro. Caso ocorreu no último final de semana. De acordo com a polícia, a jovem, que é natural da cidade de Maracás, a cerca de 170 km de Brumado, viajou para a cidade carioca em busca de emprego. Ao chegar no RJ, a menor foi feita refém pelo primo e por outro homem, ambos de 21 anos, sendo obrigada a se prostituir, sendo exigida pelos criminosos uma quantia de R$ 2,5 mil para que a adolescente fosse libertada. Os homens foram presos e encaminhados para uma delegacia da região, onde foram autuados por, ofensa, injúria e sequestro. A vítima ficará sob os cuidados do Conselho Tutelar da Barra.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário