ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado registra 61 óbitos por conta da Covid-19; município ultrapassa 5 mil casos confirmados e 335 em tratamento

Brumado: Uma pessoa é flagrada desrespeitando toque de recolher

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Restrição de atividades: Saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda

Bahia: Rui Costa prevê que Brasil vai ‘mergulhar no caos em duas semanas’ por causa de Covid-19

Auxílio deve voltar em março com parcelas de R$ 250, diz Governo

Dono do hit ‘Gordinho Gostoso’, Neto LX é detido com carro roubado

Vacinação contra o coronavírus é retomada nesta sexta-feira (26)

Prosel 2021: Abertas inscrições para o Processo Seletivo do Ifba/Brumado

Brumado: É Fake o vídeo que circula nas redes sociais na qual torcedores do Flamengo estariam nas ruas em comemoração ao título

Governador proíbe cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados da BA por 7 dias

Flamengo é campeão brasileiro mesmo após perder para o São Paulo no Morumbi

Brumado: Incêndio destrói casa na Rua Nazaré no bairro Dr. Juracy; não havia ninguém na residência

Brumado: Mãe de empresário é atropelada por motocicleta na Avenida Centenário

Brumado: Jovem de 24 anos é morto a tiros na Av. Antônio Mourão Guimarães

Brumado: Município registra 59 mortes por conta da Covid-19; 30 estão hospitalizados


Motociclista quase tem pescoço cortado por linha com cerol na zona rural de Brumado

Foto: Leitor l 97NEWS

Uma motociclista ficou ferida após quase ter o pescoço cortado por uma linha com cerol, na comunidade de Umburanas, zona rural de Brumado, na última sexta-feira (28). Em entrevista ao 97NEWS, Adriele Teixeira, que sofreu o acidente disse que trafegava pela estrada vicinal próximo à um campo de futebol, quando teve o pescoço arranhado pela linha. "E sai da Fazenda Caldeirãozinho, local onde eu moro por volta 17 horas para buscar minha mãe de moto, que estava na casa da minha avó, quando na estrada perto do campo, que fica no povoado de Umburanas, senti uma linha de pipa no meu pescoço e freei bruscamente, vindo a cair no solo. Como não estava correndo, por sorte não aconteceu o pior comigo", afirma Adriele. Segundo ela, no local há uma grande concentração de jovens soltando pipa. "Estão achando que é férias, mas não é. Ficam colocando a vida de outras pessoas em risco por pipa", diz a moradora. Ela mandou uma foto a nossa Redação. Na imagem é possível ver onde a linha atingiu o pescoço dela. "Olha que um linha de pipa faz. Vamos se conscientizar. Todos que soltam suas pipas e aqueles que andam de moto, sempre é bom a vareta na moto. Salva vidas. Nesta foi Deus que me salvou", relatou a motociclista que ainda completou dizendo, "deixo aqui um alerta para o que aconteceu comigo, que sirva de alerta e, não aconteça mais com outras pessoas", disse Adriele Teixeira.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário