ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Professor de 42 anos morre atropelado no município de Caculé

OMS diz que, 'no momento', varíola dos macacos não é uma emergência de saúde

PM morre em acidente envolvendo carro e motocicleta na BR-030, em Brumado

Bahia tem 6,1 mil casos de Covid-19 e 83% das UTIs pediátricas estão ocupadas

Novo presidente da Petrobras teve nome aprovado com ressalvas

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado


Brumado: Paralisação dos professores estaduais entra no terceiro dia; categoria comemora com 'Carnaval de Protesto'

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

A paralisação dos professores das escolas estaduais de Brumado chega ao terceiro dia nesta quinta-feira (20) com a adesão de 100% da categoria, segundo a APLB/Caatinga. Os trabalhadores são contra um pacote de medidas do governo do Estado que afeta as carreiras dos educadores. Entre as exigências estão melhorias no setor, como o reajuste linear de 12,84%, tabela, piso salarial, reforma do Ensino Médio e Bolsa Auxílio. Por causa da paralisação, quase 3 mil estudantes estão sem aula em Brumado. Em entrevista ao 97NEWS na manhã desta quinta-feira (20), o vice-diretor da APLB Delegacia Caatinga, André Azevedo convidou a população para que neste terceiro dia de paralisação, todos possam participar do "Carnaval de Protestos" que terá ponto de concentração no Colégio Estadual de Brumado (CEB), as 18h30. "A gente aproveita e convoca os professores do Estado, do Município, funcionários, pais, alunos e toda comunidade para está junto com a gente fazendo esse carnaval antecipado, mas um carnaval de protesto, para fechar o terceiro dia de paralisação", destacou o vice-diretor da APLB/Caatinga. Ainda segundo ele, já foi votado o indicativo de greve em todas as regionais do Estado. "Fechamos nossa agenda de paralisação esta semana, e no dia 4 de março já tem agendada uma assembléia geral para definirmos, se o governo não sentar para negociar, não convocar o sindicato, ai nós vamos definir se deflagramos a greve ou não", afirma Azevedo.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário