ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Caminhão tomba em ribanceira e deixa feridos em Conquista

Brumado: Irregularidades em Licitação pode ser um dos motivos de impeachment do Prefeito

Polícia desarticula quadrilha de receptação de caminhões furtados em Guanambi

Brumado: Em patrulhamento pelo bairro Dr. Juracy, Polícia apreende drogas

LEM: Homem é suspeito de agredir companheira e colocar fogo na casa

46ª CIPM inicia campanha contra a violência doméstica na região de Livramento de Nossa Senhora

Embasa lança Agência Virtual com diversos serviços

Auxílio de R$ 600 tira temporariamente 72% da extrema pobreza, diz ministério

Pagamento do Fies está suspenso até dezembro

Hemoba tem estoque crítico de bolsas de sangue por causa de queda nas doações

Faça seu exame de PSA no LAB

Brumado chega a 247 casos do novo coronavírus e 56 em tratamento

Cerca de meia tonelada de maconha é apreendida em Campo Formoso e Curaçá

Rui diz que cidades com aumento de casos da Covid-19 terão medidas mais duras de restrição

Tanhaçu registra primeiros casos de contaminação pelo novo coronavírus

86% das prefeituras baianas estão irregulares na transparência dos gastos com Covid-19, aponta TCM

Homem ateia fogo em residência e tira a própria vida no município de Livramento de Nossa Senhora

Brumado: Mesmo sendo na modalidade 'pregão presencial', população questiona contrato entre Câmara e casa de peças no valor de 122 mil

Pré-candidato a vereador é preso com carro de luxo roubado em Contendas do Sincorá


Brumado: Pacientes do TFD relatam falta de banheiro em ônibus que faz linha para Salvador; Sesau diz que vai resolver situação

Foto: Ilustrativa

Pacientes do Tratamento Fora do Domicílio (TFD), de Brumado, que fazem exames e outros procedimentos médicos em Salvador e Vitória da Conquista, relataram que um dos ônibus em que são transportados não possui banheiro. Segundo eles, o motorista tem que parar na rodovia para os pacientes fazer as necessidades. "Não é em todos os ônibus, mas tem um que quando eles [prefeitura] colocam para levar a gente, não tem banheiro", relata um paciente que não quis se identificar. Ainda segundo os pacientes, além do sofrimento com o tratamento, eles tem que passar por um constrangimento desses. "Muitos de nós retornamos com dores, ânsia de vômito e precisamos sempre ir ao banheiro, mas nem sempre o ônibus que eles fornecem tem o sanitário", afirma outro paciente do TFD. De acordo com os usuários, alguns pacientes que estão com câncer e fazem a radioterapia ou quimioterapia são os que mais sofrem. “A secretaria de saúde tem conhecimento da situação”, declarou uma das acompanhantes. Em resposta, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o ônibus do TFD sai todos os domingos, terças e quintas-feiras a noite e, retorna de Salvador às segundas, quartas e sextas-feiras. "Esse ônibus tem ar-condicionado, banheiro conforme reza o contrato. O que acontece é que, as vezes nós temos pacientes que viajam para Salvador nas segundas e quartas, que são ônibus extras, que é quando a gente atinge um número máximo de pacientes, e ai, mandamos um segundo veículo, e nesse ônibus, realmente não tem banheiro", afirma Claudio Feres, secretário de saúde. Ainda segundo ele, a partir do mês de dezembro, em acordo com a empresa terceirizada da prefeitura, serão ampliadas as paradas para este tipo de veículo. "Nós vamos realizar paradas de uma hora, e vamos pedir a empresa que faça um relatório fotográfico de cada local de parada e vamos afixar no TFD do município para todos os pacientes verificarem as paradas", esclareceu Feres. De acordo com o secretário, além dessas paradas programadas, se por algum motivo o paciente precisar, como em casos de emergência, a empresa está determinada a realizar. "O ônibus não vai parar apenas nesses locais definidos, se em algum caso de emergência o paciente precisar, o motorista está autorizado parar, tanto o micro-ônibus sem banheiro como o que tem o sanitário", disse o secretário de saúde do município.



Comentários

  • Amaury

    "Bom dia Secretário, Se o contrato regue que os veículos tem banheiro, não justifica os carros extras não ter aí é quebra de contrato, é obrigação do prestador do serviço colocar a serviço veículos que obedeça o contrato, se não faça locação para atender o contrato. - Vereadores pronunciem sobre o tema e cobrem o cumprimento do contrato."

Deixe seu comentário