ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Caetité: PRF-BA prende dois por receptação de carro roubado; ações ocorreram na BR-030

'Fique em casa que a Bete Fruits vai até você': Faça seu pedido de frutas e verduras fresquinhas

Brumado: Com insumos em alta, Hospital Municipal decide suspender atendimentos eletivos

Brumado tem 29 pacientes hospitalizados e 58 óbitos por conta do Coronavírus

Brumado: Hospital PMN receberá mais 10 leitos clínicos no combate a Covid-19

Ex-travesti, brumadense que pretende se casar, diz já ter recebido ameaças e ser vítima de preconceito

STJ vai julgar habeas corpus coletivo contra toque de recolher na Bahia

NASA está pronta para explorar o asteroide de ouro que poderia causar colapso na economia mundial

Brumado: Manicure se adapta para não perder clientela durante pandemia da Covid

Brumado: Diretor institucional da CDL considera que 'lockdown' não é necessário

Brumado: Moradores do bairro Urbis 2 temem que poste cause acidente

Bolsonaro assina decreto que obriga postos de gasolina a mostrarem impostos cobrados pelo combustível

Carga de alho avaliada em R$ 100 mil é recuperada em Caetité

STF libera que estados e municípios comprem vacinas

Ex-prefeito de Serrolândia é acusado de estupro contra duas irmãs; uma delas possui distúrbio mental

Após toque de recolher, Rui não descarta 'fechamento total' para conter pandemia

Brumado chega a 58ª morte em decorrência do novo coronavírus

'Sem colaboração, em pouco tempo faltarão leitos de UTI', diz Rui Costa sobre situação da pandemia no estado

Brumado: Após reunião com CDL, PM, Religiosos e sociedade civil, Prefeito não descarta medidas mais restritivas em até 8 dias

Aneel aponta que contas de luz devem ter neste ano maior aumento médio desde 2018


Privacidade de dados pessoais dos brasileiros pode ter sido violada pelo Google; diz Senacom

Foto: Reprodução l Reuters

O maior site de buscas do mundo, o Google, pode ter violado a privacidade e violado dados pessoais de de brasileiros no país. Nesta quinta-feira (22), a Secretaria do Consumidor (Senacom) notificou o conglomerado sobre o início das investigações sobre o caso. De acordo com a Agência Brasil, os técnicos da secretaria querem avaliar uma "possível captura indevida de dados de usuários sobre geolocalização". A investigação acontecerá no intuito de descobrir se a coleta dos registros das localizações e dos deslocamentos dos usuários de serviços do Google ocorreu sem o consentimento das pessoas, o que caracteriza, segundo o Ministério da Justiça, uma violação aos direitos de personalidade. Em 2018, uma agência de notícias dos Estados Unidos (EUA), a Associated Press, apontou que o Google rastreava a movimentação dos usuários, mesmo quando estes desligavam os aplicativos de localização, como o Google Maps e o Waze, ambos possuídos pela empresa. Agora, o Google tem 10 dias para apresentar na justiça os esclarecimentos e comentários sobre os questionamentos da Secretaria. Ainda segundo a Agência Brasil, a empresa afirmou, por meio de sua assessoria, que "prestará os devidos esclarecimentos em resposta à notificação extraída da averiguação preliminar enviada pela Secretaria Nacional do Consumidor”.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário