ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Brumado: Adolescente de 13 anos diagnosticada com tumor no cérebro aguarda por uma vaga em uma UTI avançada

Novo carregamento da vacina pediátrica da Pfizer chega ao Brasil

Mulher doa rim para namorado e homem acaba relacionamento após traí-la

Guanambi: Duas pessoas são conduzidas à delegacia por furto de energia

Euclides da Cunha: Mulher é achada morta dentro de imóvel com sinais de enforcamento

Brasil registra 84 mil casos de Covid e cerca de 1 milhão em uma semana

Guanambi: Prefeitura habilita 10 leitos clínicos para tratamento da Covid-19 e mais 10 leitos de suporte à UPA

Bahia atinge 18.314 casos ativos de Covid-19 e registra 18 mortes pela doença

Confira os especialistas da semana na Clínica Mais Vida em Brumado

Comprovante de vacinação passa a ser exigido em delegacias da Bahia

Piloto morre após queda de avião em Luís Eduardo Magalhães

Vitória da Conquista: Terreiros de religiões de matriz africana ganham imunidade tributária

Brumado registrou 178 casos ativos de Covid-19 na sexta-feira


Brumado: Veterinária chama a atenção para sintomas de envenenamentos de animais

Foto: Leitor l 97NEWS

Cães e gatos são animais curiosos, que gostam de explorar lugares e descobrir odores e sabores. Os donos gostam de acompanhar suas travessuras, mas, às vezes eles se metem em cada encrenca. O envenenamento é uma delas -- e das mais graves. Geralmente acontece quando o animal come, bebe ou lambe uma substância não indicada. Nos últimos dias, casos de envenenamentos vem acontecendo com frequência em Brumado. A reportagem do 97NEWS já registrou dois casos semelhantes na cidade, um no bairro Baraúnas e outro no bairro Olhos D'água -- todos envolvendo felinos. Buscando mais esclarecimentos sobre o assunto e como proceder em momentos como este, a reportagem conversou com a veterinária Thais Maria, no qual ela chama a atenção para alguns sintomas. Segundo a veterinária, o animal quando esta com sintomas de envenenamento ele vocaliza muito. "O animal seja ele gato ou cachorro emite sons que não são comuns no dia a dia. Saliva muito, começa a babar bastante, alguns tem vômitos, diarreia, a pupila dilata, esse são os principais sintomas”, afirma a médica Thais. Acidentes e descuidos acontecem, então fique atento também aos primeiros socorros. A rapidez é essencial para a recuperação do animal. "Após a ingestão desse veneno ou, a quantidade, em questão de segundos começa os sintomas, então o quanto antes a pessoa poder levar ao veterinário é melhor”, diz Maria. “Vale lembrar também que a intoxicação pode ser aguda ou crônica. Ou seja, há casos em que o animal exibe efeitos apenas momentâneos. No entanto, a longo prazo, pode apresentar sérios problemas de saúde”. A médica também esclarece que com os cuidados necessários, o animal pode sobreviver. "O tratamento sendo feito de maneira rápida, efetiva o animal tem sim chance de sobreviver", conta. Ela faz um alerta para a medicação feita em casa pelo tutores dos animais. "A medicação feita em casa pelo dono do animal não é recomendada, porque em muitos casos eles usam medicamentos caseiros ou até mesmo, medicamentos de humanos, mas isso não funciona. Essa mania de usar leite ou azeite para salvar o animal em casos de envenenamentos é mito, são produtos gordurosos que vão dissolver ainda mais o veneno. Então não é indicado fazer o uso", afirmou. Thais disse ainda que lamenta esse tipo de maus-tratos que vem acontecendo na cidade. "Isso é uma maldade muito grande, fazer um animal sofrer. Essas pessoas deveriam colocar a mão na consciência e perceber o sofrimento que esses animas passam agonizando até a morte. A gente não pode julgar o amor das pessoas pelos animais", lamentou a veterinária.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário