ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

SSP aponta que mais de 400 suspeitos de agredir mulheres foram presos nos primeiros sete meses de 2020

Hospital de Guanambi passa a contar com túnel de desinfecção

Lei Maria da Penha completa 14 anos ampliando medidas de proteção às mulheres

WSouza comemora mais de 2 mil inscritos em canal no Youtube

Carga de maconha avaliada em R$ 12 milhões é apreendida por polícia

Chegou em Brumado a loja que faltava! Império 10

Recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina. diz OMS

Bahia: Policiais civis anunciam paralisação de 24h na próxima terça-feira (11)

Agosto Dourado - a importância do aleitamento materno

Bahia chega a menor índice de ocupação de UTIs desde 25 de maio

Instituto Butantan diz ser possível ter vacina da Covid-19 para registro em outubro

Governador anuncia volta do transporte intermunicipal em algumas cidades da Bahia

'Prefeito de Brumado perdeu a capacidade de ouvir as pessoas', diz Fabrício Abrantes em entrevista à Brasil FM

Cinco pacientes estão internados com Covid-19 em Brumado

Morre aos 73 anos o ator Gésio Amadeu; artista foi diagnosticado com a Covid-19

Em dia de romaria, visitação à gruta de Bom Jesus da Lapa é reduzida

Comércio busca se adaptar para proteger clietes do novo coronavírus em Brumado

Bolsonaro diz que não vai continuar pagando auxílio emergencial por muito tempo

Brumado: 1.068 pacientes tiveram exames descartados e 479 estão curados da Covid-19

Operação integrada desarticula quadrilha de roubo a bancos em Juazeiro


Brumado: Em plenária do PT, deputado federal Afonso Florence diz; 'é hora de resistir'

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Como convidado especial da plenária realizada na manhã do último sábado (25), em Brumado, pelo Partido dos Trabalhadores (PT), o deputado federal, Afonso Florence, falou ao 97NEWS sobre o momento atual do PT no Brasil. Segundo ele, o tema: 'Partido forte é o que queremos? Resistir sempre!', mostra a força de um partido que ajudou crescer o país. "O PT é o partido mais querido do povo brasileiro, depois destes ataques feitos pelas mídias que representam o interesse econômico", disse. Para o parlamentar, resistir sempre, condiz com o atual momento, no qual seria lutar contra a reforma da previdência, contra os cortes no ensino superior, privatizações e todo um conjunto que desmonta o bem estar social. Florense também destacou a importância da corrente dos programas que vem sendo aplicados no Sertão Produtivo e Sudoeste, tornando a agricultura familiar muito mais forte. "Tive a oportunidade de quando Ministro da Agricultura Familiar, em participar diretamente na liberação de recursos para este tipo de manejo. Em nossa região, nós temos um trabalho bem desenvolvido pela ASFAB, que tem tornado o semi-árido muito mais produtivo com cisternas e capitação de água inteligente, tornando o campo muito mais produtivo", comentou. 

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Ainda segundo o deputado, as políticas públicas no Partido dos Trabalhadores, como os programas: Pro Semi-Árido e Bahia Produtiva, tem levado vários benefícios ao homem do campo. "Os programas levaram equipamentos, mudas, comercialização de produtos e, melhorado a renda dos moradores dessas regiões. Além disso, tem tornado a convivência do semi-árido em geral", destacou. Ainda em entrevista ao 97NEWS, o parlamentar avaliou os cinco meses do presidente Jair Bolsonaro, que segundo ele, não há uma proposta que possa ser avaliada como positiva. "O governo Bolsonaro veio como ele mesmo diz, para destruir. A economia estava muito ruim com Temer, mas esta cada vez pior nesse governo. A reforma trabalhista trouxe o desemprego, o país caiu na arrecadação, o corte nas obras do PAC, os programas Minha Casa, Minha Vida e Água Para Todos, desde o governo de Michel Temer, e no atual governo, vem sofrendo cortes de recursos. E a prova atual de mais cortes, foram os recursos na educação, que acabou mobilizando o país no último dia 15, onde os estudantes e professores foram as ruas, e isso é prova que o povo brasileiro está dizendo não a essas mudanças", afirmou o deputado federal, Afonso Florence.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário