ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Festa clandestina com cerca de mil pessoas é encerrada em Vitória da Conquista; um Policial Militar também foi detido

Brumado: Mercado Municipal do bairro São Felix será restaurado e transformado em Feira da Agricultura

Livramento de Nossa Senhora: Três pessoas morrem e outras três ficam feridas em grave acidente na BA-152

Idosos e professores já podem ser vacinados contra gripe em Brumado

Sesab suspende vacina da AstraZeneca em grávidas na Bahia; o município de Brumado foi informado nesta terça (11)

Ao invés de buscar soluções junto ao governo do Estado, Prefeitura gasta dinheiro público com placas sinalizando responsabilidade de esgoto

Em tom de agradecimento, vereador Santinho fala sobre sobre o seu retorno à Câmara de Brumado

Especialista da Clínica Mais Vida fala sobre os linfonodos: o que são e qual sua função

Brumado: Sem a presença de vereadores da oposição, Câmara elege Paulo César como vice-presidente da Mesa

Brumado confirma um óbito de coronavírus nas últimas 24h

Três suspeitos de assaltos a bancos são presos no interior da Bahia

Brumado: Em meio à criticas da oposição, vereadora Verimar diz está seguindo e Regimento e a Lei Orgânica da Câmara Municipal

Ex-BBB acusa moradora de Tanhaçu de ataque racista na redes sociais

Homem usa verba de auxílio a empresas na pandemia para comprar um Lamborghini

Em cerimônia antecipada, suplente Santinho toma posse na Câmara Municipal de Brumado

Campanha da PRE, 'Pista não é pasto' chega a Brumado

Bahia: Governo prorroga toque de recolher até 17 de maio em Brumado e mais 226 municípios

Ministério da Saúde distribui 1,12 milhão de vacinas da Pfizer a partir desta segunda

Pax Nacional sempre ao seu lado

Rio de Contas: PM usa bombas de efeito moral para dispersar aglomeração em bar no distrito de Mato Grosso


Irritado com choro, pai espanca filho por três horas até a morte

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na última quarta-feira (27), os pais de um bebê de três meses que foi espancado até a morte. Eles são suspeitos de matar um recém-nascido, que sofreu agressões consecutivas. Em depoimento, a mãe Ana Carolina, de 19 anos, relatou que o pai Alexandre, de 23, teria agredido o filho das 19h até às 22h. Quando ela colocou o bebê para dormir, percebeu que a respiração estava fraca e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A criança teve diversas paradas cardiorrespiratórias e morreu no Hospital da cidade Andradas (MG). Conforme a Polícia, a mãe contou que as agressões aconteceram porque a criança estava chorando. O pai nega as agressões. Segundo o delegado responsável pelo caso, os pais demonstraram frieza durante o depoimento. “A mãe relatou, bastante serena, que o pai arremessou a criança no berço, e que, inclusive, o móvel estalou. Ela disse que não queria que ele fizesse, mas não fez nada pra ele parar”, disse o delegado Fabiano Mazzarotto Gonçalves. O casal foi preso e encaminhado para o Presídio de Andradas. Eles vão responder por homicídio qualificado e podem cumprir pena de reclusão de 12 a 30 anos.



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário