ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Homem morre em confronto com policiais na Chapada Diamantina

TRE da Bahia volta exigir obrigatoriedade de uso de máscaras em suas dependências

Postos SAC na capital e interior fecham na sexta-feira (24) e sábado (25)

Bahia: Carreta pega fogo populares saqueiam carga na BR-116

Com 40 casos hospitalares em 22 dias, Sesab alerta para risco de queimaduras nos festejos juninos

Atendimento do INSS ficará suspenso durante o feriado de São João na Bahia

Receita alerta para golpes envolvendo a regularização de CPF

Tanhaçu: Motociclista fica ferido após atropelar animal na BA-142

Covid-19: Casos ativos chegam a 5,2 mil na Bahia e estado registra nove mortes em 24h

Câmara Municipal de Vereadores de Brumado recebe representante do Tiro de Guerra

Psicólogo da Clínica Mais Vida fala sobre a Logoterapia e a superação dos traumas emocionais

Bahia deve receber 69 novos parques eólicos até 2026

Brumado: Prefeitura divulga atrações para o São Pedro dos Olhos D'água

Operação prende quatro pessoas envolvidas com crimes de pirataria virtual na Bahia

Caetité: Câmara abre CPI para investigar denúncias contra o prefeito

Brumado: Decreto proíbe venda de fogos de artifício em local não autorizado

Receita Federal deixa de exigir autenticação de documentos

São João com frutas e verduras é na Bete Fruits

Após abrir processo administrativo contra colega, procuradora é agredida no interior de São Paulo


Brumado: Se aprovado na Câmara projeto de monumento terá uma balança ou machado como simbologia; diz sacerdote

Foto: Luciano Santos l 97NEWS

Sendo alvo de várias discussões em Brumado, o projeto 07/2019, ao contrário de que muitos especulam, não terá uma escultura de um orixá no canteiro central da Avenida Lindolfo Azevedo Brito. Em entrevista ao 97NEWS, o sacerdote Dionata de Xangô, explicou como será o monumento se for aprovado em duas votações na Câmara Municipal de Brumado. Como já foi afirmado pelo próprio sacerdote, defensor da religião de Matriz Africana, o monumento será custeado por iniciativa privada e por adeptos da religião Afro-Brasileira. "Ao contrário de que muitos criticam, o monumento está entre dois objetos sagrados. Um é a balança, que representa a Justiça, ou pode ser o machado de dois gumes, que também é uma ferramenta sagrada do orixá Xangô", ressaltou Dionata, que ainda destacou que acredita na Justiça e na Constituição. "Mediante ao que acontecer na sessão desta sexta-feira, estarei apto a tomar as devidas providências junto ao Ministério Público, porque eu não vou me sentir rejeitado, não vou ser descriminado, porque acredito na minha crença e no meu credo", afirmou o sacerdote ao esclarecer que a religião Africana sempre foi de resistência, "então nada disso me amedronta, nada disso me faz recuar", disse ao 97NEWS. 



Comentários

    Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixe seu comentário